Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Coca-Cola Brasil investirá quase R$ 23 milhões em programas para conservar a floresta

O anúncio está sendo feito durante solenidade na sede da FAS, em Manaus, com a presença do Vice-Presidente de Comunicação e Sustentabilidade da Coca-Cola Brasil, Marco Simões, e do superintendente-geral da Fundação, Virgilio Viana.

Até 2017, somado ao investimento já realizado, em 2009, para o fundo permanente da Fundação Amazonas Sustentável (FAZ), em parceria com a Coca-Cola Brasil, no valor de R$ 20 milhões, a Coca-Cola Brasil terá investido aproximadamente R$ 23 milhões em programas para conservar a maior floresta do mundo.

O anúncio está sendo feito durante solenidade na sede da FAS, em Manaus, com a presença do Vice-Presidente de Comunicação e Sustentabilidade da Coca-Cola Brasil, Marco Simões, e do superintendente-geral da Fundação, Virgilio Viana.

Nesta segunda-feira (12), executivos da The Coca-Cola Company – incluindo o chairman e CEO da empresa, Muhtar Kent, a CSO (Chief in Sustentability Officer) Bea Perez, e o presidente da Coca-Cola Brasil Xiemar Zarazúa, acompanhados pelo senador Eduardo Braga – fizeram uma visita à Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Rio Negro. O grupo foi conhecer a região buscando entender a realidade local e identificar formas de contribuir ainda mais para a conservação da floresta amazônica.

Lá, o grupo foi recebido por representantes da FAS e da comunidade, como as professoras Izolena Garrido e Raimunda Ribeiro ou Raimunda “Saracá”, como é também conhecida, bravas amazonenses que por meio da educação ajudaram jovens a alcançarem seus objetivos e ainda o presidente da Associação das Comunidades Sustentáveis da RDS do Rio Negro (ACSRN), José Roberto Nascimento da Silva. Os três são personagens da campanha “Cada Garrafatem uma História”, da Coca-Cola Brasil, como exemplo de cidadãos comprometidos
com o futuro da comunidade onde vivem. 

 “Essa parceria com a Coca-Cola é extremamente importante para a FAS e as comunidades que serão diretamente beneficiadas. Possuímos um novo desafio: fazer com que essa parceria, apoiando os programas implementados pela FAS na Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Rio Negro, contribua de forma significativa para a melhoria da qualidade de vida e a conservação da natureza”, afirma Virgilio Viana, superintendente-geral da FAS.

Os projetos incluem a manutenção das atividades do Núcleo de Conservação e Sustentabilidade, um centro educacional no meio da floresta com foco na educação formal e não formal adaptada a realidade local, melhorias sociais para as comunidade e o reforço na gestão e monitoramento da reserva, que se encontra sob pressão por desmatamento em seus limites próximos a AM070. No futuro, jovens serão qualificados para conquistar seus primeiros empregos ou se tornarem empreendedores, diminuindo a pressão sobre a floresta e a bacia hidrográfica.

“A Coca-Cola Brasil tem uma longa parceria com o Amazonas e o povo amazonense. Iniciativas como as da FAS, que temos o orgulho de apoiar, são fundamentais para que nós, brasileiros, assumamos a enorme responsabilidade de deter quase 60% da maior floresta tropical do mundo”, disse Marco Simões.