Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Alunos de comunidade rural conquistam vitórias em núcleo de conservação e sustentabilidade

A Fundação Amazônia Sustentável (FAS) instalou na margem esquerda do Rio Negro um núcleo de conservação e sustentabilidade para a educação formal e cursos complementares à estudantes do ensino fundamental e médio

Núcleo conta com escola com cinco salas de aula, alojamentos para professores e alunos, refeitório e biblioteca

Núcleo conta com escola com cinco salas de aula, alojamentos para professores e alunos, refeitório e biblioteca (J. Renato Queiroz)

A comunidade rural Três Unidos, localizada na margem esquerda do Rio Negro, a 60 quilômetros de Manaus, começou a traçar um novo futuro por meio da educação. Com ajuda da iniciativa privada, a Fundação Amazônia Sustentável (FAS) instalou no local um núcleo de conservação e sustentabilidade para a educação formal e cursos complementares à estudantes do ensino fundamental e médio.

O núcleo - composto pela escola com cinco salas de aula, alojamentos para professores e alunos de outras comunidades que permanecem no local de segunda a sexta-feira, refeitório e biblioteca - foi construído pela empresa instalada no pólo industrial Samsung.

Além dessa, outras sete empresas apoiam núcleos de conservação e sustentabilidade dentro das Áreas de Proteção Ambiental (APA) do Amazonas.

Resultados

A iniciativa já começou a dar frutos. A estudante Graziela Paulino dos Santos, 18, e a irmã Gabriela Paulino dos Santos, 20, concluíram o ensino médio no final do ano passado e foram aprovadas no vestibular.

Segundo Graziela, que ganhou uma bolsa de estudos para o curso de Ciência Contábeis, a escola proporcionou a oportunidade de fazer a diferença, pois ela, a irmã Gabriela, e o irmão mais velho que mora em Manaus são os primeiros da comunidade a ingressar na universidade.

Conforme a FAS, em 2013 apenas seis alunos terminaram o ensino médio, mas em 2014 o número já subiu para 22 estudantes nas turmas de terceiro ano.

Para a gestora do núcleo, Dona Noronha, o aumento no número de alunos mostra que o projeto está dando certo e pode ir muito mais longe.

De acordo com a coordenadora geral do Programa Bolsa Floresta, Valcicléia Solidade, a parceria com a Samsung inclui programas complementares e uma doação ao fundo permanente da FAS, que custeia parte do Bolsa Floresta Familiar. A empresa também doou computadores, televisores e outros equipamentos usados nas salas de aula.

Ainda segundo a coordenadora geral, a principal atividade da comunidade Três Unidos antes da instalação do núcleo era a retirada de madeira para fazer espeto de churrasco. Hoje, a principal fonte de renda é o turismo.