Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia debate tecnologia social em Workshop

O 3º Workshop de Tecnologia Social do Inpa discutirá nos dias 4 e 5 de agosto como a ciência pode servir à sociedade e gerar soluções práticas que promovam a melhoria da qualidade de vida da população

Pesquisa com cravo da índia é um exemplo de tecnologia social sendo desenvolvida para combater o Aedes aegypti

Pesquisa com cravo da índia é um exemplo de tecnologia social sendo desenvolvida para combater o Aedes aegypti (Clóvis Miranda )

O Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa) realiza, no auditório Eulálio Chaves, da Universidade Federal do Amazonas, nos dias 4 e 5 de agosto o 3º Workshop de Tecnologia Social com o tema “Participação Social e Desenvolvimento Regional na Amazônia”. O objetivo é discutir como a ciência pode servir à sociedade e gerar soluções práticas que promovam a melhoria da qualidade de vida da população.

De acordo com a coordenadora de Tecnologia Social do Inpa, Denise Gutierrez, a proposta é debater ainda como os projetos científicos e tecnológicos do Inpa podem promover a inclusão social, questionando como os resultados de pesquisa podem contribuir para o meio onde o pesquisador está inserido.

Histórico Na primeira edição do workshop, o evento serviu para conceituar Tecnologias Sociais, que ainda é um conceito recente no meio científico. Durante a segunda edição foi realizada uma capacitação de como desenvolver esse tipo de tecnologia e como se dá o fomento de pesquisas dessa natureza.

Conforme Gutierrez, o evento deste ano contará com palestras e discussões a respeito do assunto, apresentação de trabalhos e uma feira onde serão expostos produtos oriundos da agricultura familiar.

Entre os palestrantes está confirmada a presença do professor da Universidade Federal do Pará (UFPA) Francisco de Assis Costa, que é líder do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido do Núcleo de Altos Estudos Amazônicos (Naea). Ele fará a palestra “Desafios para o desenvolvimento regional e participação social na Amazônia”. Também estará presente o professor da Universidade Veiga de Almeida (Uva) Marcelo Henrique da Costa, doutor em Psicologia Social, que falará sobre “Desenvolvimento econômico solidário e sustentabilidade”.

As inscrições para o evento são gratuitas e já podem ser feitas abrindo aqui. Os interessados em apresentar trabalhos devem entrar em contato pelos telefones 3643-3360/ 3643-3135 ou ainda pelo 99894-7127.

Experiências na solução de problemas

De acordo com a Estratégia Nacional para a Ciência e Tecnologia (ENCT) do Governo Federal, “tecnologia social é toda metodologia, procedimento, equipamentos e produtos que, a partir da interação com grupos sociais, promovam o desenvolvimento e a melhoria da qualidade de vida, educação, saúde e habitação”.

Para colocar em prática essa política, o Inpa criou em 2012 a COTS, que faz a mediação no diálogo entre a ciência e grupos sociais. Hoje o Inpa possui 23 projetos que se enquadram como projetos de tecnologia social e aproximadamente 50 experiências voltadas para a inclusão social, que são atividades, projetos e ações mais ou menos sistematizadas.

Dentre os projetos de tecnologia social, merecem destaque os trabalhos “Óleo de buriti para a indústria de cosmético a partir da produção da farinha”, da pesquisadora Cláudia Blair; e “Solução de cravo-da-índia para o controle do mosquito da dengue”, desenvolvido durante o mestrado da bióloga Eunice Moreira.

Conforme Denise Gutierrez, é importante que o Inpa desenvolva ações que atendam essas tecnologias sociais que são úteis para a sociedade, já que a partir delas a população tem mais uma oportunidade de conhecer o que é desenvolvido e estudado no instituto.