Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

  • EM DESTAQUE

0 comentarios | 31 de Março de 2014

Atitudes

Crônica das terças-feiras do Caderno Bem Viver!

A tristeza da perda deve se transformar em atitudes práticas.

A tristeza da perda deve se transformar em atitudes práticas.

Manaus viveu uma tragédia na noite da última sexta-feira. Um acidente entre uma caçamba e um micro-ônibus deixou 15 mortos. E comoveu a cidade. As redes sociais não pararam de repercutir que estávamos de luto, mesmo antes da decretação de luto oficial de três dias pelo Executivo Municipal. Não me recordo de ter visto uma comoção tão grande assim. Fiquei feliz em saber que o Hemoam registrou recorde de doação de sangue após o acidente. Também me surpreendi com a atitude de respeito cobrada pelas pessoas, rechaçando as postagens de fotos das vítimas na hora do acidente.

As tragédias costumam ensinar muito. O que eu não entendo bem é a figura do luto, a despeito de ter crescido em uma família grande e cristã. Nunca tive tempo suficiente para guardar esse período à reclusão e reflexão. Sempre precisei tomar a iniciativa, desde a internação, à escolha do caixão, no caso das pessoas que amei e perdi. Procuro pensar nelas como se estivessem aqui, tentando mante-las vivas em minha memória. E fazer coisas que elas gostariam que fossem feitas, como uma forma de honrá-las. Nosso luto oficial manauara terminou ontem. Ainda bem. Acho que precisamos mesmo é de atitudes. Menos falatório, menos sentimentalismo, e mais decisão.

Nos venderam a ideia de que a caçamba, que vinha no sentido bairro-centro, foi fechada por uma pick up e que, por isso, perdeu o controle e ultrapassou o meio-fio, chocando-se com o micro-ônibus. Houve até quem argumentasse que essa pick up vinha disputando espaço com a caçamba por um longo trecho. Então está na hora dessa caminhonete aparecer! E de sabermos quem é seu proprietário e o seu condutor! Numa cidade tão cheia de câmeras de vigilância, e numa via tão importante quando a Djalma Batista, impossível que alguma instituição não tenha captado essa imagem.

A pick up existiu? Ou a estória foi inventada para aliviar a pressão? Ou o dono do veículo que teria causado o acidente não “pode” ser exposto? Queremos ver as imagens. E queremos justiça. Eu, particularmente, não quero mais estar de luto, quero respostas – e verdadeiras. Mesmo que hoje seja primeiro de Abril.

sobre este blog

Blog do Orlando

Sexta cidade mais rica da sétima economia mundial, Manaus, que já ostentou o título de "Paris dos Trópicos", se vê a braços com os problemas de uma grande cidade. Hoje, mais para "Bagdá Equatorial", ela procura soluções para suas questões urbanas, sejam físicas, sejam de propostas de futuro. Estamos nela, falaremos dela!

calendario de entradas

<Anterior Próximo>
dezembro 2014
S T Q Q S S D
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31