Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

  • EM DESTAQUE

6 comentarios | 07 de Abril de 2014

O Trânsito!

Crônica das terças-feiras do Caderno Bem Viver!

A culpa do caos é exclusiva do número de veículos em circulação?

A culpa do caos é exclusiva do número de veículos em circulação? (Orlando Câmara)

Logo cedo, na redação da TV em que trabalho, o assunto é recorrente: o trânsito da cidade. Uma produtora diz que leva, em determinado trecho do Aleixo, cinquenta minutos, em uma distância que ela percorreria em um quarto de hora, se o tráfego fluísse. Outro produtor fala de uma situação semelhante, mas em outra área. As narrativas são de caos, onde ninguém se entende.

Tenho sentido uma piora sensível no tráfego. Moro no centro e trabalho na Recife. Normalmente estou me deslocando de casa entre 7h e 7h30. Quando todo mundo quer vir ao centro, eu estou saindo. Até novembro do ano passado, eu chegava à TV em 20 minutos, no máximo. Mas dezembro chegou e tudo piorou. Mesmo com as férias escolares, o trânsito era muito pior que o normal para o trecho, naquele horário.

Poderiam ser as compras de dezembro, as obras na Djalma Batista... havia uma série de possibilidades. Mas chegou janeiro, já estamos em abril, e aquele percurso que me custava R$ 20 de taxi e 20 minutos do meu tempo, passou a me levar entre R$ 30 e R$ 40, com um tempo estimado, num dia bom, em 35 minutos, no mínimo. E eu estou no contrafluxo! As obras da Djalma parecem ter acabado e não é Natal!

É irritante! Além da demora, das situações inesperadas, sempre ruins, há a má educação de quem dirige aqui. Quase ninguém respeita as regras de trânsito. Aliás, nem os condutores, nem os pedestres. Mesmo com a série de faixas de pedestres – duas em determinado quarteirão da Djalma, uma seguida da outra – além das passarelas, muita gente insiste em atravessar onde bem entende. Nem que para isso tenham que cortar as grades de isolamento, como fizeram na frente do Manaus Plaza, onde agora instalaram aquele sinal descabido.

Mas nada me irrita mais do que alguém dizer que não tem jeito, que a culpa é do número de carros! Acaba me soando a uma desculpa esfarrapada e cômoda. O caos está instalado e as autoridades encarregadas do assunto precisam tomar uma atitude urgente. O que não dá é pra ficar colocando a culpa exclusivamente no número de carros! Que tal tentarem um sistema de transporte público eficaz? Ou isso também não tem jeito?

sobre este blog

Blog do Orlando

Sexta cidade mais rica da sétima economia mundial, Manaus, que já ostentou o título de "Paris dos Trópicos", se vê a braços com os problemas de uma grande cidade. Hoje, mais para "Bagdá Equatorial", ela procura soluções para suas questões urbanas, sejam físicas, sejam de propostas de futuro. Estamos nela, falaremos dela!

calendario de entradas

<Anterior Próximo>
agosto 2014
S T Q Q S S D
1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31