Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

  • EM DESTAQUE

0 comentarios | 29 de Junho de 2014

Sim, é possível!

O brasileiro é o maior legado dessa Copa! Se continuarmos a fazer e cobrar o que já fizemos até agora nesse período de festa, seremos um povo melhor!

Na primeira Copa do Mundo com as mídias sociais, onde a audiência da TV é dividida com os aparelhinhos nas mãos, cheguei a conclusão de que é possível sermos pessoas melhores a partir desse evento. Foi visível a alegria dos manauaras, através das fotos postadas dos cartões postais que nem mais dávamos bola. O centro foi reocupado por famílias, crianças, jovens e “gringos”. O Teatro Amazonas serviu de fundo também para os nossos “clicks”. O bar do mito português foi resgatado, provando que não é necessário estruturas milionárias para se ter alegria e gente feliz. As frases “imagina na copa” e “não vai ter copa” foram trocadas por “tá tendo copa”. E a nosso cidade virou uma imensa Torre de Babel, nos fazendo acreditar que é possível termos mais turistas em busca não somente para ver o nosso ecossistema, mas para conviver com a nossa forma especial de dizer “seja bem vindo”. As ruas novamente foram enfeitadas, todas através de um mutirão de moradores e a famosa “vaquinha” entre vizinhos. Sim, é possível todos sermos empreendedores e não ficarmos a depender e a passar o pires aos nossos governantes. Os voluntários se doaram sem nenhum interesse financeiro, para fazer com que o evento desse certo, não importando se era a FIFA, ou quem quer que seja fosse levar vantagem.

Resgate do orgulho

A tão polêmica Copa, nos resgatou o orgulho de que podemos receber de forma encantadora os nossos visitantes, comportamento esse, que não depende de nenhuma ação de órgão públicos. E que possamos continuar a entregar ingressos perdidos aos seus verdadeiros donos, que os estacionamentos dos shoppings continuem a praticar de forma honesta os seus preços, que nenhum taxista queira levar vantagem em suas corridas, que possamos continuar a jogar lixo no lixo, que o voluntariado do estádio se estenda às creches e aos asilos, que o garçom continue atendendo bem, que todos os motoristas respeitem as faixas de pedestres, e que também não estacionem nas vagas de idosos e deficientes físicos. Se a partir de agora, você não usar a buzina e ceder a vez para o outro no trânsito, se os assentos dos idosos nos ônibus puderem ser respeitados e até cedidos onde não estejam demarcados, se você não furar fila, se você devolver o troco dado de forma errada, se os motoristas de ônibus respeitarem os carros menores, se as crianças e os adultos desligarem o celular e games nos restaurantes, cinema e teatros, tudo será melhor. Se nós cumprimentarmos com um bom dia as pessoas que passam pela gente, se nós recolhermos os cocôs de nossos cachorros das calçadas, se nós não fumarmos em local proibido. Se todos agirmos assim a partir de agora, teremos o verdadeiro legado da copa. Herança essa que não vem do cimento e do concreto armado, e sim de algo muito mais precioso e que só depende de cada um de nós. A nossa mudança comportamental através do orgulho do resgate de nossa cidadania, nos diz que podemos mais. Que tudo só depende da gente. Que é possível fazer protesto sem dar um grito e sem quebrar nada. A dignidade do brasileiro foi resgatada com a Copa, e que ela possa fazer uso nas próximas eleições. Só depende da gente, termos um bairro, uma cidade, um estado e um País melhor. Se agirmos assim na próxima hora, amanhã, essa semana, no próximo mês, até o final do ano; criaremos um hábito que farão que hondurenhos, suíços, italianos, ingleses, americanos, camaroneses, croatas e portugueses retornem, e quem sabe até venham a morar por aqui. A Copa nos mostrou que é possível. Só depende de cada um de nós. O ganho é intangível e imensurável, pois a vitória está no aumento da nossa auto estima. É possível sim, transformarmos Manaus na capital nacional do encantamento. Yes, we can! Sim, nós podemos!

sobre este blog

Blog do Oshiro

Aqui você fica sabendo sobre as tendências e as inovações do Desenvolvimento de Pessoas, a cultura do Atendimento com Encantamento, comportamento humano e os meus artigos publicados aos domingos no Caderno Dinheiro do Jornal A Critica.

calendario de entradas

<Anterior Próximo>
agosto 2014
S T Q Q S S D
1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31