Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

  • EM DESTAQUE

0 comentarios | 09 de Agosto de 2014

Aécio não vem de mãos abanando

Para não vir sem algo concreto, o presidenciável  Aécio Neves (PSDB)  chega hoje a Manaus tendo na ponta da língua o acordo que pôs fim à sobretaxa que o Governo do PSDB, em SP, impunha aos bens de informática da ZFM. O acordo foi assinado em São Paulo entre os governadores Geraldo Alckmin (SP) e José Melo (Pros-AM), com a presença do prefeito   Artur Neto (PSDB). A medida  foi oficializada um dia depois do Congresso promulgar a ZFM, proposta por Dilma.

Amigo  

A ideia do PSDB com o acordo sobre os bens de informática é tentar facilitar a vida de Aécio no Amazonas, mostrando com isso  que o partido não é inimigo do Estado, imagem reforçada por Alckmin, depois de acionar em 2012 o  STF contra o modelo.

Desafio  

Outro desafio de Aécio Neves é tentar reduzir as forças de Dilma no Amazonas, colégio eleitoral que, em 2010,   deu à petista  mais de 80% dos votos e mantém sua força aqui, conforme mostram as pesquisas eleitorais até  agora publicadas.

FHC  

Provocado ontem em Manaus por um repórter do Estadão se será possível Aécio Neves reverter o cenário  desfavorável a ele no AM, o candidato a governador pelo PMDB, Eduardo Braga, respondeu que o PSDB já teve oportunidade, com FHC,  e “não correspondeu às expectativas do povo amazonense”.

Crise  

Braga completou que  o período FHC, ao contrário, aprofundou a crise que o Estado vinha vivendo desde o Governo Collor. Mas, acrescentou: “Cabe ao candidato Aécio apresentar suas propostas para que a população possa avaliar”. 

Prioridade  

A considerar as placas da  campanha que o  PSDB realiza  em Parintins é possível ver as prioridades do partido no Estado. De cada dez peças, oito são Bi Garcia e Artur Bisneto; os 20% restantes sobram para o governador José Melo.

Destinos

Braga e Melo repetem no interior o que já fizeram na capital: visitar locais por onde o adversário passou. Neste fim de semana, por exemplo, Braga vai ao Sul do Estado, onde Melo foi na semana passada. E Melo, a Maraã, onde Eduardo passou há poucos dias.

 

Célere demais

Aliados de  Melo reagiram com estranhamento à celeridade que o TRE-AM empregou para  analisar denúncia da coligação de Braga contra o governador  sobre uso da máquina nos sites do Governo. 

Zombaria  

Terceiro colocado nas pesquisas para governador, o deputado Marcelo Ramos (PSB) diz que seus adversários “José Melo e Eduardo Braga zombam da Justiça Eleitoral e do cidadão amazonense quando declaram  os valores apresentados (em suas prestações de contas)”.

Receita  

A cutucada de Ramos a   Melo e   Braga leva em consideração a parcial da prestação de contas que informaram ao  TRE-AM. Os dois, com maior volume de campanha, declararam que só arrecadaram, cada, R$ 100 mil.

Gás

Para ilustrar  o quanto o gás natural de Coari está sendo usado nas terméletricas de Manaus, o presidente da Eletrobras AM Energia, Radyr Oliveira, está andando com um vistoso gráfico em forma de pizza, que mostra que o uso já responde por 54,3% do que é queimado pelas usinas.

sobre este blog

Blog do Sim & Não

É a coluna de opinião publicada no jornal A Crítica de Manaus, que agora chega à sua versão na internet, trazendo os fatos e os bastidores da política, da cidade e da economia, como faz há 60 anos em sua versão impressa

calendario de entradas

<Anterior Próximo>
novembro 2014
S T Q Q S S D
1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30