Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

  • EM DESTAQUE

1 comentarios | 19 de Maio de 2014

Paz no PT instaura uma nova guerra

A decisão tomada pelo PT-AM que pacificou as correntes internas do partido em torno do apoio à aliança com a candidatura do senador Eduardo Braga (PMDB) fez surgir uma nova querela no partido: a escolha do nome que terá assento na chapa majoritária da aliança. O acordo estabelece uma vaga: ou senador ou vice de Braga, que já ofereceu o Senado ao deputado Francisco Praciano. O problema é que a cúpula do PT-AM prefere ficar com o assento de vice-governador.

Nomes

Internamente, três nomes se movimentam para ser parceiro de Braga ao Governo: o deputado Sinésio Campos, que já foi seu líder de Governo na ALE-AM, o dirigente petista Valdemir Santana e o ex-senador João Pedro, que goza de grande trânsito no Planalto e na cúpula nacional da legenda.

Agitação

O primeiro sinal da briga interna no PT pelo posto de vice de Braga ocorreu assim que o peemedebista chegou ao local do encontro. Quando subiu ao palco, dois aliados de Sinésio puxaram um coro de “Sinésio vice”.

Foto

Detalhe é que, ao fim do evento, um assessor de Sinésio mostrou uma foto das eleições 1998 em que ele aparece ao lado de Braga. Nesse momento, Sinésio entrou na conversa, dizendo: “Estou com ele desde esse tempo”. Naquele ano, Braga foi candidato a governador.

Ufa!

Vindo a Manaus para mediar o encontro que definiria a aliança do PT com o PMDB ou com o Pros do governador José Melo e com informação de que encontraria clima beligerante, o presidente nacional do partido, Rui Falcão, deixou a cidade dizendo: “Missão cumprida”.

Mais um

A propósito, a aliança PT-PMDB no Amazonas será um dos trunfos da campanha da presidente Dilma Rousseff para exibir sua força na Amazônia. Como no Pará o partido também fecha aliança com o PMDB, irá dizer que tem o apoio dos maiores colégios eleitorais da região.

Batismo

Atentos à aproximação de Praciano a Braga, parlamentares do PMDB preparam para amanhã na ALE-AM uma recepção ao deputado José Ricardo (PT) , aliado de Praciano. Será uma ironia já que Ricardo sempre foi um crítico de Eduardo Braga.

Nem tchum

Zé Ricardo já demonstrou incômodo com a aliança PT-PMDB. Tanto que, após o evento, ignorou a decisão postando em seu Facebook que o PT havia decidido priorizar a eleição de Dilma e o aumento das bancadas da legenda, mas nem citou o PMDB.

Cutucada

O post de Zé Ricardo, porém, não passou impune. Seu colega de oposição na ALE-AM, o pré-candidato a governador Marcelo Ramos (PSB), indagou-o: “Foi essa decisão, companheiro? Não decidiram apoiar Braga?”.

Dinheiro

O prefeito Artur Neto (PSDB) vai hoje às zonas Leste e Norte anunciar parceria com o governador José Melo (Pros) no valor de R$ 110 milhões, mas ainda não perdeu de vista os mais de R$ 300 milhões do Governo Federal. Recebeu garantia de Braga de que a verba sairá brevemente.

Fábula

Com R$ 300 milhões em caixa, mais R$ 110 milhões do Estado e de olho nos R$ 300 milhões de Dilma, às vésperas do verão amazônico, depois de um longo período chuvoso, Artur Neto deu mostra de que fará novo arrocho em sua gestão: “Eu aprendi a não ser cigarra e, sim, a ser uma formiga”.

Pinga-fogo

Depois de afinar o discurso em encontros realizados sexta, sábado e domingo, o PCdoB decidiu convocar reunião de seu comitê político para o dia 1º de junho, quando poderá definir o apoio comunista nas eleições deste ano no Estado.

Apesar de considerar que o PCdoB já não faz mais parte do Governo Melo, a direção comunista não descarta a possibilidade do partido de apoiar Melo. Acima disso, entendem os comunistas, a prioridade é eleger Dilma.

Ao lado de José Melo, sábado, em Itacoatiara, o senador Alfredo Nascimento (PR) rasgou elogios ao ex-governador Omar Aziz (PSD), dizendo que reconhece que Omar fez “um grande Governo”.

sobre este blog

Blog do Sim & Não

É a coluna de opinião publicada no jornal A Crítica de Manaus, que agora chega à sua versão na internet, trazendo os fatos e os bastidores da política, da cidade e da economia, como faz há 60 anos em sua versão impressa

calendario de entradas

<Anterior Próximo>
dezembro 2014
S T Q Q S S D
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31