Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

  • EM DESTAQUE

0 comentarios | 24 de Julho de 2014

Escova e fio dental: fundamentais para um belo sorriso

Sorriso de criança é a coisa mais linda, além de ser espontâneo também representa uma fase em que os dentes são mais brancos e cuidados. Ou pelo menos deveria ser assim. Nós mães sabemos o quanto é importante que os filhos tenham dentes saudáveis, que essa máxima vai além da estética. Pois é!, Maria Rita começou a frequentar a odontopediatra logo que apareceram os primeiros dentinhos e olha que demorou - quase com um ano. Além das visitas periódicas ela estava presente também nos sustos: queda na escola, queda em casa

dentista

dentista

Sorriso de criança é a coisa mais linda, além de ser espontâneo também representa uma fase em que os dentes são mais brancos e cuidados. Ou pelo menos deveria ser assim. Nós mães sabemos o quanto é importante que os filhos tenham dentes saudáveis, que essa máxima vai além da estética. Pois é!, Maria Rita começou a frequentar a odontopediatra logo que apareceram os primeiros dentinhos e olha que demorou - 
quase com um ano. Além das visitas periódicas ela estava presente também nos sustos: queda na escola, queda em casa.

Todas nós já passamos ou vamos passar por situações inusitadas. Como por exemplo, quando caiu na escola e o dente ficou preto, levei à emergência. A dentista a emerência logo quis fazer um canal, mas Maria Rita não deixou de jeito nenhum. Sai de lá correndo para o consultório da Dra Luciane Dutra, sua odontopediatra. Quando cheguei ela disse que foi uma benção a minha filha não ter deixado pois o problema não era 
canal, e que a mancha iria desaparecer com o tempo. E foi o que aconteceu.

Até os cinco anos os dentes dela eram motivos de elogios por parte dentista. Eu fazia por onde: comprava escovas diferentes para ela fazer uma coleção e incentivar a escovação, pastas com sabores diferentes, escovava junto, não estimulava o refrigerante e bombom só no final de semana, e quando a gente saia.

Mas com o passar dos anos a pretensa independência chega e eis que ela não queria mais minha ajuda. Também conheceu o sabor do refrigerante e a casa da vó às vezes parece mais a casa de doces do João e Maria. Resultado: está com duas cáries e corria o risco (pequeno) de que uma delas seja canal.

Levei uma bronca, merecida da dentista. Segundo ela eu preciso escovar, pelo menos a noite (já que o trabalho impede esse vigilância nos outros horários), os dentes da Maria Rita, pois ela ainda não sabe escovar corretamente. Também vou precisar fazer uma reunião com pai e vó para lembrar que bombom não é como água, e refrigerante só em aniversário ou datas especiais. 

Todo cuidado é pouco não é mesmo, pois se um dente doente, mesmo de leite, prejudica. Engana-se quem pensa que não precisamos dar atenção por que os dentes de leite, achando que eles vão cair e o problema da resolvido. (Por falar em dentes cair e a idade certa, Maria Rita anda impaciente pois não trocou nenhum dente ainda, mas esse é um assunto para outro post).

Dra. Luciane me falou que uma cárie abre espaço entre os dentes e os permanentes vão nascer separados. “Além disso, se há cárie você vai deixar os dentes todos estragados só por que são de leite? Não é melhor cuidar? Sem contar que dói muito”, comenta. 

Quando retornei à dentista fiquei aliviada ao saber que não havia canal, só precisava retirar a cárie e fazer restauração. Mas, médicos explicam que dente de leite tem raiz, polpa e terá, sim, que ser feito o canal em várias situações: infecção por cárie, má formação de dentina ou esmalte, trauma, fratura ou qualquer coisa que venha expor ou infectar esse local tão bem fechado dentro do dente.

Com a Liége Albuquerque a história foi diferente da minha, infelizmente. “Fiquei extremamente culpada quando, aos 5, Catarina teve de fazer um tratamento de canal. Estranhei por que ela não tinha obturação nenhuma. A dentista me traquilizou dizendo que era mais comum do que eu imaginava e falou da importância do fio dental mesmo para os pequenininhos. Hoje em dia Catarina não dorme sem que eu passe fio dental e 
eu mesmo escove seus dentes, ao menos uma vez ao dia”, conta.

Então, tá mais do que claro, né?! Para que a criança não precise passar por isso, é fudamental que os pais cuidem com carinho dos dentinhos dos filhos. Sabemos que as vezes esse simples cuidado vira uma batalha diária, mas ao final o sorriso perfeito e a boca saudável são as maiores recompensas. Então escova de dente e fio dental (que deve ser colocado entre os dentes e puxado pela frente, aprendi hoje) são nossas armas para combater esses “bichinhos” indesejados.

Alguns conselhos para evitar cáries:

• Escovar os dentes após as refeições, para evitar a conservação de resíduos alimentares entre os dentes ou na superfície deles, porque tais resíduos favorecem a proliferação dos germes que ocasionam as cáries.

• Evitar doces, balas ou outros alimentos que contenham açúcares, se não puder escovar os dentes logo em seguida. O açúcar é o grande vilão das cáries.

• Usar o fio dental.
• Se nascerem dentes permanentes tortos ou fora do lugar, fazer correção ortodôntica. Alinhar corretamente os dentes não tem só um efeito estético. Melhora a mastigação, previne cáries e os problemas de gengivas e facilita a 
respiração.

ABC.MED.BR, 2012. Dentes de leite. Como cuidar bem deles e por que?. 
Disponível em: <http://www.abc.med.br/p/saude-bucal/302945/dentes-de-leite-como-cuidar-bem-deles-e-por-que.htm>


Por Leila Ronize