Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Pai de Guilherme Karan revela que o filho tem dificuldade para falar e comer

Alfredo Karan contou que o filho, de 56 anos, não consegue mais engolir os alimentos e que chora ao assistir as reprises do humorístico "TV Pirata"

Guilherme Karan

Guilherme Karan (Divulgação)

O pai do ator Guilherme Karan revelou em entrevista ao site “Ego”, o drama do filho famoso, que luta contra a síndrome de Machado-Joseph, uma doença genética degenerativa do sistema nervoso. O ator está internado há seis meses em um hospital no Rio de Janeiro e se recusa a receber visitas de amigos e família.

Alfredo Karan contou que o filho, de 56 anos, não consegue mais engolir os alimentos e se recusa a receber visitas.

 "A  doença progride: a fala é difícil de compreender, ele não tem equilíbrio, está com as juntas endurecidas e não tem mais capacidade de comer pela boca, pois não consegue deglutir os alimentos e corre o risco de engasgar e morrer. Os médicos fizeram uma gastrostomia, cirurgia que permite que a alimentação seja levada direto ao estômago", explicou Alfredo.

Alfredo disse ainda que, antes da internação, cuidou do filho em casa durante cinco anos. Ele relata que os quatro filhos herdaram a doença da mãe. "Dos que estão vivos, ele e a irmã estão enfermos. Na última novela que ele fez ('América', em 2005), já não estava bem”.

Alfredo frisou que o ator assiste televisão no quarto do hospital, revendo também alguns programas dos quais participou, como o "TV Pirata", lançado em DVD e reprisado recentemente no canal Viva. "Ele assiste sempre aos programas que fez e fica com os olhos cheios de água. Ele era alto, robusto, cheio de vida, agora ficou assim", estristece-se Alfredo, sem perder as esperanças e sequer pensar em deixar de estar ao lado do filho nesses momentos difíceis. "Tenho uma saúde muito boa e Deus me deu forças para enfrentar essa situação".