Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Peaches Geldof, filha de Bob Geldof, morre aos 25 anos

Peaches Geldof foi casada duas vezes e tinha dois filhos com menos de 2 anos de idade. Ela havia trabalhado como DJ, modelo, jornalista e apresentadora de televisão

Peaches Geldof

Peaches Geldof (Reprodução/Internet)

Peaches Geldof, filha do músico Bob Geldof, fundador do supergrupo Band Aid, e personalidade da moda e mídia britânica, morreu em sua casa em Kent, no sul da Inglaterra, aos 25 anos, informou a mídia local nesta segunda-feira.

Peaches Geldof foi casada duas vezes e tinha dois filhos com menos de 2 anos de idade. Ela havia trabalhado como DJ, modelo, jornalista e apresentadora de televisão.

Seu pai, cantor irlandês que ganhou destaque como o líder da banda Boomtown Rats, nos anos 70 e 80, e depois organizou os shows beneficentes Band Aid para arrecadar dinheiro para combater a fome na Etiópia, disse em um comunicado que a família estava "além da dor".

A mãe de Peaches, a apresentadora de televisão Paula Yates, casada com Geldof de 1986 a 1996, morreu em 2000, aos 41 anos, de uma overdose de heroína.

No último post de Peaches no Twitter, no domingo, havia uma fotografia dela e da mãe.

Seu pai emitiu um comunicado, divulgado pelos meios comunicação britânicos, que dizia: "Ela era a mais selvagem, mais engraçada, mais inteligente, mais espirituosa e maluca de todos nós. Que linda criança. Como é possível que não vamos vê-la novamente? Como se pode suportar? Nós a amamos e vamos estimá-la para sempre."

Ele descreveu a família como "fraturada muitas vezes, mas nunca quebrada".

A polícia local confirmou que uma mulher de 25 anos de idade tinha sido declarada morta depois que foi chamada para uma ocorrência em um endereço em Kent. Eles disseram em um comunicado: "A morte está sendo tratada como uma morte súbita não suspeita, mas inexplicável. O legista local foi informado e um post mortem será realizado nos próximos dias".