Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Ronaldo Fenômeno fala de Copa, mulheres, Romário, e relembra polêmica com travesti: ‘Hoje eu rio, arrependido’

Confira as novas revelações do jogador sobre suas enrascadas amorosas, sexuais e profissionais, em entrevista à ‘Playboy’ deste mês

Ronaldo Fenômeno

Ronaldo Fenômeno (Marcelo Naddeo/Playboy)

Em entrevista à “Playboy” deste mês, o ex-jogador pentacampeão Ronaldo Fenômeno falou abertamente sobre as polêmicas envolvendo sua vida dentro e fora do campo. Os amores, a briga com o deputado Romário Faria, drogas, Copa do Mundo, e até sobre o fato de ter sido encontrado num hotel com travestis em abril de 2008. “Hoje eu rio. Rio ainda arrependido, mas rio”, diz. Confira os principais trechos da entrevista!

Copa do mundo

“Vai ter Copa e vai ser linda. É a Copa que mais promete nos últimos anos. O nível está muito alto: os melhores jogadores, as grandes seleções. Vai ser uma competição linda de se ver. Quanto à organização, a gente está se preparando do jeito de ser, infelizmente. Tem sido uma guerra finalizar as obras de estádio, cobrar as obras de infraestrutura, de mobilidade urbana. É uma pena que isso esteja acontecendo, porque a imagem que passa é de um país que está tendo muita dificuldade de entregar aquilo que prometeu. E essas obras a gente vai deixar de legado para a população”.

Polêmica com os hospitais

“Houve uma maldade grande e uma edição que foi extremamente ruim para mim. Mas uma coisa que eu aprendi é que não se deve fazer ironia de uma coisa séria. Quem acompanha o orçamento do governo sabe que nenhum dinheiro foi retirado da área da saúde e da área de educação. O contexto de quando eu falei era completamente diferente. (...) Eu gostaria que houvesse um evento na área de saúde, que trouxesse investimentos para o país como a Copa do Mundo está trazendo. Eu apoiaria, claro”.

Flamengo

“Eu gostaria de ter jogado no Flamengo, mas não tive a chance. Acho que a mágoa é maior do torcedor do Flamengo com a diretoria (no final de 2008, quando o clube era presidido por Mario Braga) Eu estava lá, sempre fui flamenguista declarado e não recebi nenhum convite. Eu fiquei treinando no Flamengo três meses à espera de um convite”.

Melhor jogador

“O Cristiano Ronaldo. A Bola de Ouro é uma opinião muito forte. Mas o Messi também é um excelente jogador. Ganhou a Bola de Ouro por quatro anos seguidos. É uma disputa boa. (...) Se o Neymar for o melhor da Copa, artilheiro, e o Brasil for campeão, pode qualquer um pegar a Liga dos Campeões e fazer 200 gols, no final de ano a Bola de Ouro é dele".

Briga com Romário

“Não tenho relação com o Romário hoje em dia, por que ele vem me atacando e me cobrando por ingressos (um total de 32 mil para pessoas deficientes de baixa renda) que eu não prometi. Quem prometeu foi a CBF. Eu não trabalho na CBF, não tenho nada a ver com isso. (...) O que o Romário tem feito é só mostrar o lado negativo, criticando bastante. Eu não faço ideia do que ele planeja com isso. E também não me interesso muito pelo que o Romário pensa, diz ou fala. (...) Não tenho nenhum problema em falar com ele. Eu admiro muito a causa que ele abraça na carreira política, que é a dos portadores de deficiência física. É uma boa causa. Ele devia focar nela”.

Daniela Cicarelli, com quem se casou

“A gente percebeu que não era o que os dois queriam. A gente batia muito de frente e, antes que piorasse (o casamento), decidimos que era melhor cada um seguir o seu próprio caminho”.

Milene Domingues, mãe do seu filho Ronald

“Nós éramos jovens, ela queria uma vida diferente e eu não queria estar casado tão jovem. Queria viver diferente”.

Michele Umezu, mãe do seu filho Alex

“Nossa relação é cordial. Falamos só sobre o Alex. Foi uma coisa de uma noite só, de uma ficada. Eu fiquei sabendo (do Aléx) três anos depois. Seguimos com advogado até fazer o teste de paternidade. Depois virou uma alegria muito grande. A Alex é um filho sensacional. É mais que um presente que eu recebi de Deus”.

Filhos

“Criança para mim é a maior alegria. Pode estar caindo o mundo, se eu estiver perto deles, dos meus filhos, eu vou ser a pessoa mais feliz do planeta. Eu estou louco para ter mais filhos. Depois da minha filha, eu fiz vasectomia, mas eu tenho coisa guardada”.

Casamento com Paula Morais

“Deve ficar mesmo para o ano que vem”.

Drogas

“Fumei maconha depois da carreira esportiva, quando não tinha compromisso com o exame antidoping. Antes, não. Até porque eu não tinha vontade. Quando eu fumei, quis comer até a mesa. Que eu me lembre, não provei outra coisa além da maconha. Só uísque e vodca. Gosto de cerveja e vodca com energético”.

Cigarro

Eu fumo um maço por dia. É um vício que eu gostaria de parar, tentei no ano passado. Fiquei cinco meses sem fumar. Fiz um tempo de terapia, e o terapeuta começou a me falar: 'Você está tomando muitas decisões ao mesmo tempo. Você decidiu emagrecer, decidiu parar de fumar. Tem que ser uma coisa de cada vez'. E aí acabou que eu voltei... Acho que foi culpa do terapeuta (risos). Filho da p...".

Viagra

“Alguns anos atrás, eu tomei para ver como era. Foi muito incômodo. Entope o nariz, sangra. Dá dor de cabeça. Eu não curti. E também não senti grandes diferenças na rigidez. Mas deve ser melhor hoje em dia, né? Se bem que a Paula (Morais, noiva de Ronaldo) me mata se eu tomar um negócio desses".

Polêmica com travestis

“Foi o que eu falei: eu estava num lugar, indo para casa, alcoolizado, e houve essa grande confusão. Um grande mal-entendido. Um grande erro. Não consumado, mas um grande erro. Não rolou nada. Foi um momento difícil. Um momento que afetou muito a minha família inteira. Eu já sofri mais do que merecia por ter cometido um erro. Hoje eu rio (com as piadas sobre isso). Rio anida arrependido, mas rio”.