Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

É hoje! Alemanha e Argentina decidem final da Copa do Mundo no Maracanã, no RJ

Jogo será disputado às 16h deste domingo (13), horário de Manaus. Esta será a terceira final entre os dois países em Copas do Mundo

No Maracanã, seleções irão desempatar histórico de finais em Copas do Mundo

No Maracanã, seleções irão desempatar histórico de finais em Copas do Mundo (Reprodução)

Não teremos Brasil, mas teremos final. E a partida entre Alemanha e Argentina, às 16h deste domingo (13), horário de Manaus, no Maracanã, carrega elementos suficientes para presentear o público com um grande jogo, digno de encerrar uma Copa do Mundo de muitos gols, ótimos goleiros e muitas surpresas.

A goleada de 7 a 1 sobre o Brasil conferiu uma autoridade inegável à seleção alemã. O time de Joachim Löw entra em campo com o favoritismo, mas precisará prová-lo em campo. Para isso, conta com uma equipe de jogadores aptos a decidir o jogo. No ataque, Thomas Müller e Klose contam com um dos meio-campos mais talentosos do mundial: Schweinsteiger, Özil, Kroos e Khedira, para achar o caminho do gol. A seleção brasileira que o diga.

Apesar de muito técnica, a defesa alemã tem na velocidade seu ponto fraco. Hummels, Höwedes e Mertesacker - que pode substituir Boateng, devem ter trabalho contra o veloz ataque argentino. De positivo, ficou a lição deixada pela Holanda na partida da semifinal. Os colegas europeus ensinaram aos alemães o “caminho das pedras” sobre como parar Messi. O camisa 10 pouco fez diante do sistema defensivo holandês.

O torcedor sul-americano ainda não sabe se terá Di María em campo. O atacante sofreu uma lesão na coxa durante a partida das quartas de final e sua participação no jogo ainda não é confirmada. Por outro lado, a defesa argentina, muito contestada antes da Copa e durante toda a primeira fase, mostrou evolução e praticamente anulou qualquer ameaça do atacante holandês Robben nas semifinais. Se o sistema defensivo mostrar a solidez necessária e Messi encontrar os espaços que precisa, a Copa do Mundo poderá ir para a Argentina pela terceira vez.

O empate em 0 a 0 na semifinal mostrou que o time sul-americano ainda é muito dependente de uma boa atuação de Messi, mas tem uma defesa mais confiável. E porque não dizer que o torcedor argentino, presente em massa no Rio de Janeiro, conta com o goleiro Romero caso a disputa vá para os pênaltis.

Histórico

Será a terceira final entre os dois países. No primeiro encontro, em 1986, a Argentina de Maradona levou a melhor sobre os alemães e ficou com a Copa. Quatro anos depois, a Alemanha de Lothar Matthäus venceu os sul-americanos. O tira-teima será hoje, no Maracanã, no capítulo final de uma Copa que entrará para a história por agradáveis surpresas, belos gols e uma tragédia em verde e amarelo.