Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

“O Manaus FC não vai parar', afirma presidente Mitoso

Dois dia após a eliminação para o Nacional nas semifinais do returno do Estadual, o Gavião do Norte não vai fechar as portas e promete muito futebol até o fim do ano

De acordo com o presidente do clube, Luis Mitoso, a eliminação na competição não reflete nos trabalhos que ainda estão por vim

De acordo com o presidente do clube, Luis Mitoso, a eliminação na competição não reflete nos trabalhos que ainda estão por vim (Bruno Kelly)

Debutante do Campeonato Amazonense da primeira divisão, a equipe do Manaus se prepara para novos desafios. Dois dia após a eliminação para o Nacional nas semifinais do returno do Estadual, o Gavião do Norte não vai fechar as portas e promete muito futebol até o fim do ano.

De acordo com o presidente do clube, Luis Mitoso, a eliminação na competição não reflete nos trabalhos que ainda estão por vim. “Vamos ter futebol. Estamos tentando manter de cinco a sete jogadores para permaneceram conosco. Dá um aditivo, emprestar para algum clube, queremos manter uma base para a seletiva da Copa Verde, em agosto, e também aproveitar alguns para os juniores”, declarou.

Preste a completar um ano de vida, no dia cinco de maio, e com uma conquista da Série B local, Mitoso afirma: “O Manaus não está de passagem, não veio para brincadeira, não. O Manaus vai fazer história no Campeonato Amazonense. Vai chegar a nossa hora. Essa eliminação não mancha nada”, destacou.

Com uma participação modesta, ficando na quinta colocação geral, a diretoria do Manaus – dissidente do Nacional – gostou da participação da equipe na temporada. “A equipe foi campeã da Série B, foi eliminada numa semifinal, não foi rebaixada e ficou entre os cinco melhores. Na avaliação da diretoria, a participação foi muito boa dentro das nossas limitações”, explicou Mitoso.

 Sem bronca com o Morgado

As declarações polêmicas dada pelo técnico Paulo Morgado, na derrota do primeiro jogo da semifinal, na qual declarou que alguns jogadores não tinham caráter e se escondiam dentro de campo, foram vistas como fator de motivação pela diretoria. “Acho que tudo isso foi com a intenção de motivar. Logicamente pode ter havido um excesso, talvez a corda tenha esticado demais. Foi a última cartada que o Morgado usou. Mas de qualquer forma a intenção foi de melhorar e motivar os jogadores”, analisou.