Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Sassarito vence por decisão e mantém cinturão do Mr.Cage

Amazonense venceu Caco Trator também por decisão dos juízes no evento Mr. Cage, que juntou lutas e diversão no SportBar. A noite contou com  a presença de atletas do UFC 


Sassarito contou com sua envergadura maior para levar vantagem na trocação

Sassarito contou com sua envergadura maior para levar vantagem na trocação (Divulgação)

Com casa cheia e presenças vips do mundo da luta, a 8º edição do evento de MMA Mr Cage foi realizada na noite de quinta-feira (1) no SportBar, localizado no Vieiralves, Zona Centro-Sul de Manaus.

Seguindo a proposta de promover lutas ao vivo durante o happy hour na semana, o novo bar amazonense foi palco de um belo card, onde o amazonense Michel Sassarito derrotou Caco Trator e manteve o título dos leves da franquia manauara, por decisão dividia dos juízes. O campeão mundial de jiu-jitsu, Fernandinho Veira finalizou Breno Amaral no co-main event da noite. Depois, dois shows, com as bandas Oficial 80 e Essence, fecharam a noite.

Luta principal

Na luta principal, Michel Sassarito e Caco Trator fizeram uma revanche que amargava há dois anos. Na primeira luta dos dois, o resultado de empate não agradou. Desta vez, apesar das contestações do paraense, o campeão manteve o posto. Para isso, Sassarito precisou suar durante os três rounds e botar em prática seu jogo em pé – que mostrou estar em dia.

Logo de início, o amazonense foi mais contundente e maltratou Trator, que pela grande diferença de altura, demorou a encontrar a distância certa. De um lado, Sassa conseguiu encontrar a falha de Caco e encaixou cotoveladas que maltrataram o rosto do paraense. Ainda assim, cada golpes que o Manauara acertava vinha seguido de uma resposta de Trator. A trocação foi franca durante os dois primeiros rounds. O primeiro teve certa vantagem de Michel, o segundo foi parelha.

No terceiro e último round, o público vibrava com cada investida de Sassarito, que corria atrás de manter o título e deixou Trator desnorteado com um “overhand” no meio do assalto. Pouco tempo depois, o paraense reagiu e tentou encaixar uma guilhotina no atleta da SD System, que conseguiu defender até o juiz separar os dois, sob a alegação de Trator de que Sassa havia mordido seu dedo ao se protejer do estrangulamento. Com a ideia não acatada pelo árbitro, a luta acabou. No fim, os juízes definiram: Sassarito vence por decisão dividida por 2 a 1.

Co-main event

Fernandinho Vieira, um dos grandes nomes do jiu-jitsu enfrentou Breno Amaral, do Pará. Com a incontestável qualidade técnica de Fernandinho quando o assunto é chão, em menos de dois minutos ele encerrou a luta com um mata-leão. No primeiro minuto, os dois gastaram tempo calculando a distância e Breno mal teve a oportunidade de arriscar um golpe. Numa explosão, Vieira acertou um direto e uma joelhada que levaram o paraense ao chão. Uma vez no solo, o amazonense não precisou nem de 10 segundo para encaixar a finalização.

No restante do card, Wendel Boizinho venceu Ney Oliveira por decisão unânime dos juízes em uma luta com muito jogo de solo – que por vezes quase acabou em uma finalização do campeão final. Egládio venceu Marcelo Pequeno por intervenção médica (Após um primeiro round eletrizante, Pequeno sentiu a canela que bloqueou um chute de Egládio). Júnior Silva venceu Alexandre Lek Lek por desclassificação, em luta polêmica.

Num combate de franca trocação, os dois ofereceram, durante os três rounds, grande apresentação ao público. Pouco antes do enecerramento da luta, Lek chutou o rosto de Júnior que estava no chão e acabou sendo desclassificado – apesar da contestação quanto à veracidade da lesão de Junior.

Enquanto as lutas aconteciam, além de todo o público presente que prestigiou o evento inaugural, figuras chamaram atenção. Os lutadores do UFC, Adriano Martins e Gerônimo Mondragon, o ex-UFC e atual lutador do Titan Fc, Iliarde Santos, e o campão do Shooto, Ronys Torres foram presença vip na noite e receberam as devidas “tietadas” durante os intervalos.

 Resultados

 Michel Sassarito (SD System-AM) venceu Caco Trator (ATT/Belém-PA) por decisão dividia dos juízes

Fernandinho Vieira (Amazonas) venceu Breno Amaral (Pará) por finalização

Júnior Silva (Kratos) venceu Alexandre “Lek Lek” Ribeiro (MPBJJ) por desclassificação

Egládio (Top Life) venceu Marcelinho Pequeno (Alfa/Alvorada) após intervenção médica

Wendell “Boizinho” Silva (WL/Nova União/Parque 10) venceu Ney Oliveira (Alfa/Alvorada) por decisão