Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Arena da Amazônia: Tráfego intenso de veículos e lixo nas ruas

O fluxo de veículos foi intenso na avenida Djalma Batista, que ficou sobrecarregada pelo fechamento da Constantino Nery. Ainda assim, não houve retenção de veículos

Congestionamento na avenida Djalma Batista por conta do desvio no trânsito para missa e jogo na Arena da Amazônia

Congestionamento na avenida Djalma Batista por conta do desvio no trânsito para missa e jogo na Arena da Amazônia (Marcio Silva)

No primeiro evento teste da Arena da Amazônia sob o comando do Comitê Organizador Local (COL), o trânsito foi intenso nas vias que não necessitaram de bloqueio no entorno do estádio da Copa, mas não chegou a ficar parado. Após o horário de pico, por volta das 20h30, o trânsito voltou a fluir normalmente.

Das 18h até as 20h desta quinta-feira (3) a avenida Djalma Batista ficou lotada de veículos, que não puderam passar pela avenida Constantino Nery, fechada no sentido bairro Centro, por conta do jogo entre Resende e Vasco da Gama, válido pela Copa do Brasil.

Outra avenida que teve de ser interditada foi a Pedro Teixeira, Dom Pedro – nos dois sentidos -, ao lado da Arena da Amazônia. A via ficou tomada por torcedores do Vasco da Gama, que deixaram para entrar no último instante antes de começar a partida.

Lixo

A única coisa que havia em abundância ao redor da Arena da Amazônia era lixo. Uma vasta quantidade de garrafas e copos plásticos foram jogados na rua da avenida Constantino Nery. Latas de lixo puderam ser avistadas, mas muitos torcedores preferiram descarregar os objetos no chão. Um forte odor de fezes também pôde ser sentido, segundo o relato de testemunhas.

Lixo jogado por torcedores tomou conta do entorno da Arena da Amazônia



*Com informações de Vinicius Leal