Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Fla vira em cima do Verdão e vence a primeira no Brasileirão

Flamengo se afasta da zona de rebaixamento, e após um empate na primeira rodada, e uma derrota para o Corinthians na segunda, a equipe carioca venceu a primeira no Brasileirão ao virar o placar para cima do Palmeiras e sair vitorioso com o placar de 4 a 2 no Maracanã

Paulinho comemora seu gol de puro oportunismo pelo Flamengo

Paulinho comemora seu gol de puro oportunismo pelo Flamengo (Reprodução)

O clássico nacional da 3º rodada do Brasileirão 2014 terminou com a vitória do Flamengo de virada por 4 a 2 sobre o Palmeiras. Foi a primeira vitória do Fla no Campeonato Brasileiro. Os dois grandes do futebol nacional duelaram na tarde deste domingo (4) no Maracanã.

O nome da partida foi Lucas Mugni. O argentino foi o responsável direto pela vitória do Flamengo após sua entrada no segundo tempo, o que mudou o panorama do jogo.

Com o resultado positivo, o Flamengo subiu para a 9º posição na tabela, com 4 pontos conquistados. Já o Palmeiras desceu quatro posições e ficou no 14º lugar, com apenas três pontos.

Os gols

Diante a maioria de torcedores flamenguistas no Maracanã, cerca de 21.082 presentes, o Palmeiras não se intimidou e jogou de igual para igual contra o rubro negro. Com um toque de bola envolvente, o Verdão deu trabalho para o Flamengo conseguir se encontrar em campo.

O Flamengo foi armado pelo técnico Jayme de Almeida com um esquema bastante ofensivo, por isso, acabou com uma marcação de bola deficiente, o que possibilitou avanços do Palmeiras. 

O chileno Valdivia estava em um dia inspirada e juntamente com o volante Wesley, comandaram as ações ofensivas do Palmeiras. Foi justamente Wesley que numa bomba de fora da área abriu o placar para a equipe paulista.

Aos 10 minutos do primeiro tempo, Valdivia e o estreante Henrique fizeram rápida troca de bola e o último tocou para Wesley, que encheu o pé e mandou a bola no canto de Felipe. Golaço! Flamengo 0 a 1 Palmeiras.

Mas não deu nem tempo de comemorar. Empurrado por seus torcedores, o Flamengo foi para cima de maneira desengonçada. Nixon subiu até a linha de fundo do Palmeiras e cruzou pela direita. A defesa do Verdão afastou e Paulinho pegou a sobra, enchendo o pé para estufar as redes. Foi o empate do Fla. Flamengo 1 a 1 Palmeiras.

Ao que parecia um estímulo para a melhora da equipe carioca em campo, tudo voltou como era. O Palmeiras não se assustou com o empate e continuou com o mesmo padrão de jogo. Se concentrando mais nos toques de bola para se livrar da marcação, o Verdão manteve o maior tempo de posse de bola.

Aos 30 minutos, Wendel fez bela jogada individual e tocou para Valdívia, o chilena viu Henrique entrar no meio dos marcadores do Fla e tocou de primeira para o atacante que ‘fuzilou’ Felipe. Flamengo 1 a 2 Palmeiras.

Após o gol, o Palmeiras se fechou em seu campo de defesa e cuidou apenas de repelir as investidas do Flamengo. Josimar, do Verdão, fez falta feia em Paulinho e levou cartão amarelo do árbitro Paulo H Godoy Bezerra aos 34 minutos.

O goleiro Fernando Prass sentiu dores no cotovelo direito após uma defesa e foi substituído pelo reserva Bruno aos 43 minutos. A situação de Prass assustou a equipe médica da equipe paulista. O goleiro deve passar por exames médicos após o jogo para saber qual a real situação clínica do jogador.

Para arrumar a falta de organização no meio de campo do Mengo, Jayme reslveu colocar o jovem argentino Lucas Mugni no lugar de Nixon. A mexida deu certo e deu outra cara para a equipe carioca. Se antes o Flamengo era mais vontade que efetividade, Mugni foi o cérebro do ataque rubro negro.

Aos 4 minutos de jogo veio o gol de empate. Em jogada rápida pela esquerda, Mugni tabela, vai à linda de fundo e cruza para Alecsandro, que ajeita a bola para Marcio Araújo mandar para o gol de Bruno. Flamengo 2 a 2 Palmeiras.

E o Flamengo queria mais. Agora com um propósito bem definido, o Mengo foi acuando o Palmeiras que se defendeu como pôde. Juninho pôs a mão na bola para matar uma jogada e foi punido com um cartão amarelo aos 10 minutos da etapa final.

A virada veio aos 14 minutos. Novamente, Mugni foi peça chave na jogada do tento. O argentino lançou Alecsandro que, na área, pegou de primeira para a defesa de Bruno, o próprio centro avante pegou a sobra e estufou as redes. Foi o gol da virada! Flamengo 3 a 2 Palmeiras.

E Alecsandro fez mais um ao ser deixado na cara do gol após bela jogada individual de Wallace – sim, ele mesmo -, que driblou dois palmeirenses antes de servir o companheiro, aos 27 minutos. Flamengo 4 a 2 Palmeiras.

Fim de jogo e goleada no Maracanã, para a alegria da nação rubro negra!

Flamengo

Felipe; Luiz Antonio, Wallace, Samir e André Santos; Cáceres, Marcio Araujo e Mugni; Nixon, Paulinho e Alecsandro.

Técnico: Jayme de Almeida.

Palmeiras

Fernando Prass; Wendel, Lúcio, Marcelo Oliveira e Juninho; Josimar, Wesley, Valdivia e Serginho; Leandro e Henrique.

Técnico: Gilson Kleina.

Trio de arbitragem

Paulo H Godoy Bezerra (árbitro), Carlos Berkenbrock (auxiliar) e Cristhian Passos Sorence (auxiliar).


**Leia mais na edição de segunda-feira (5) do Jornal A CRÍTICA