Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Adriano está preparado para encarar 'Cowboy' Cerrone

Tranquilo, Adriano fala em vitória contra Donald Cerrone no UFC On Fox que acontece no sábado (25) em Chicago, nos Estados Unidos

Adriano possui um cartel de 25 vitórias e 6 derrotas. Ele fará sua 2º apresentação no UFC, onde estreiou com vitória

Adriano possui um cartel de 25 vitórias e 6 derrotas. Ele fará sua 2º apresentação no UFC, onde estreiou com vitória (Divulgação)

Sereno e tranquilo, o lutador amazonense Adriano Martins, 31, falou sobre o duelo que fará no sábado (25) contra o norte-americano Donald “Cowboy” Cerrone, pelo UFC On Fox 10, em Chicago (EUA). Ele embarca para os Estados Unidos na madrugada desta terça-feira, 21, em companhia de sua equipe: Samir Nadaf (manager), Helton Henrique (treinador de wrestling), Júnior Cardoso (técnico de MMA), Aldair Queiroz (treinador de muay thai), Felipe Ribeiro (preparador físico) e Andrezza Façanha (fisioterapeuta e esposa).

“A expectativa é das melhores. Acho que o cara é um grande lutador, um cara que tem um jogo solto, vai para cima, que tenta nocautear, finalizar e tenta logo terminar a luta. Então isso favorece uma grande luta até mesmo porque de uns tempos para cá meu pensamento e meu treinamento é voltado para isso, que é não depender dos juízes e fazer o nosso trabalho lá dentro. Vou para nocautear ou finalizar e acredito que vai ser um grande espetáculo para quem vai assistir”, disse o atleta em coletiva realizada nesta segunda-feira (20) na Vila Olímpica de Manaus.

Com 25 vitórias e seis derrotas no cartel, Adriano Martins destacou a importância do combate. “Sempre penso em vitória, no lado positivo porque treinei muito para isso. Faz 10 anos que a gente espera essa oportunidade e quero muito trazer essa vitória para o Amazonas”.

No embalo de Goiânia

Adriano Martins teve uma estreia avassaladora no Ultimate Fighting Championship ao superar o norte-americano Daron Cruickshank com uma kimura aos 2m49s do segundo round do UFC Fight Night: Belfort x Henderson, na noite de 9 de novembro de 2013, em Goiânia.