Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Hamilton vence o GP da Malásia de F1 de ponta a ponta

Com isso, a Mercedes conquistou a primeira dobradinha desde que voltou para a F1 como escuderia em 2010. Felipe Massa, da Williams, ficou em 7º lugar

Mercedez fez dobradinha na prova da Malásia e mostrou que tem o um dos melhores carros da temporada da Formula 1

Mercedez fez dobradinha na prova da Malásia e mostrou que tem o um dos melhores carros da temporada da Formula 1 (Reprodução)

O piloto britânico Lewis Hamilton venceu o Grande Prêmio da Malásia de Fórmula 1 neste domingo (30) com uma vitória de ponta a ponta, com o companheiro Nico Rosberg em segundo lugar e o brasileiro Felipe Massa terminando a prova em 7º lugar.

O campeão mundial de 2008 rapidamente se distanciou de seus adversários na pista seca e, com uma estratégia de três paradas, conseguiu vencer a corrida 17segundos à frente de Rosberg. Foi a 23ª vitória de Hamilton e sua primeira na Malásia em oito tentativas.

"Estou muito agradecido, obrigado a todos vocês", disse o inglês no rádio da equipe após passar pela bandeira quadriculada e assinalar seus primeiros pontos na temporada e sua segunda vitória correndo pela Mercedes desde que chegou à equipe em 2013.

Rosberg, que venceu a corrida de abertura da temporada na Austrália há duas semanas, largou em terceiro mas deixou para trás o tetracampeão Sebastian Vettel já na primeira curva, e foi capaz de segurar a Red Bull do alemão até a última volta.

Vettel foi o terceiro, conquistando assim seus primeiros pontos na temporada depois de um abandono prematuro de prova na Austrália. O alemão se ressentiu da ausência da chuva, que o ajudou nos treinos classificatórios, para exercer maior pressão sobre a dupla da Mercedes.

Já piloto da Ferrari Fernando Alonso assegurou a quarta colocação pela segunda vez na temporada após sair em vantagem de disputa eletrizante com Nico Hulkenberg, da Force India, nos momentos finais da prova.

Jenson Button, da McLaren, foi o sexto, com Felipe Massa, da Williams, em sétimo, logo à frente do companheiro de escuderia Valtteri Bottas. Mesmo recebendo ordens da equipe pelo rádio, Massa recusou-se a dar passagem para o finlandês.

O novato dinamarquês Kevin Magnussen, da McLaren, e o também novato Daniil Kvyat, da Toro Rosso, completaram os dez primeiros lugares de corrida que contou com breves períodos de chuva fina, embora a meteorologia indicasse a possibilidade de tempestade.

Desclassificado do GP da Austrália e ainda aguardando recurso, o piloto da Red Bull Daniel Ricciardo não somou pontos pela segunda vez seguida. Desta vez, um desastroso pit stop quando estava na quarta colocação minou suas chances na prova.

O australiano deixou os boxes antes que seu pneu esquerdo fosse totalmente fixado, e os engenheiros correram para trazê-lo de volta e consertar o erro. Assim, o piloto acabou recebendo uma punição de dez segundos pela conduta, mas suas chances de pontuar terminaram de vez quando teve um pneu e a asa dianteira danificados e, enfim, decidiu abandonar a corrida.