Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Manaus pode receber Centro de Iniciação ao Esporte (CIE) em 2014

Na próxima semana, dia 19, haverá mais uma reunião técnica em Brasília com o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, a fim de acertar os últimos detalhes para as construções dos espaços. A previsão para o início das obras é em abril do ano que vem

Com ginásios poliesportivos e outras estruturas que podem receber até 13 modalidades olímpicas, seis paraolímpicas e uma não-olímpica

Com ginásios poliesportivos e outras estruturas que podem receber até 13 modalidades olímpicas, seis paraolímpicas e uma não-olímpica (Divulgação)

Manaus foi uma das cidades brasileiras selecionadas para receber unidades do Centro de Iniciação ao Esporte (CIE), uma ação de infraestrutura esportiva do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2). O anúncio foi feito pelo ministro do Esporte, Aldo Rebelo, ao titular da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel), Fabrício Lima, na tarde desta terça-feira (10) em Brasília. O complexo contemplado para o projeto foi o Centro de Esporte e Lazer (Cel) Santo Antonio, localizado na rua São José, Santo Antonio, Zona Oeste.

O CIE é um dos maiores projetos de legado dos Jogos Olímpicos e dos Jogos Paraolímpicos de 2016, que serão realizados no Rio de Janeiro e beneficiarão todo o Brasil. Com ginásios poliesportivos e outras estruturas que podem receber até 13 modalidades olímpicas, seis paraolímpicas e uma não-olímpica, o CIE é parte do objetivo de disseminar a prática do esporte em todo o país, oferecendo espaço para o desenvolvimento da base do esporte de alto rendimento.

 “O processo de seleção para as cidades interessadas foi aberto em 4 de fevereiro deste ano e o prazo de cadastramento encerrou-se em abril. O Ministério do Esporte recebeu as propostas e selecionou as que se enquadravam nos critérios estabelecidos. Os municípios puderam escolher entre três modelos de CIE, conforme o tamanho do terreno disponível. No nosso caso, nossa proposta foi para que a Mini-Vila do Santo Antonio fosse contemplada com o Programa. Ou seja, uma área de sete mil metros quadrados”, disse o Secretário.

Ainda de acordo com o Fabrício, o recurso federal para a obra em Manaus será através de contrato de repasse pela Caixa Econômica Federal, ao valor de R$3,262 milhões . O Projeto prevê a construção de ginásio poliesportivo com arquibancada para 195 pessoas, área de apoio com administração, vestiário, chuveiros, enfermaria, copa, depósito, academia e complexo de atletismo.


“Nossa ideia é realmente fazer uma parceria com o Ministério e aquilo que não estiver contemplado no Projeto inicial, nós iremos sentar com o prefeito Arthur e propor uma contrapartida para entregar um centro de referência municipal em atletismo e  lutas (judô, jiu-jítsu,  Taekwood, Karatê, Luta Olímpica, Esgrima, entre outras), já que ano que vem teremos uma área destinada ao remo, canoagem e triathlon na Ponta Negra, com a escolinha de remo, e ao tênis de quadra, em parceria com Federação Amazonense de Tênis, na Academia de Tênis  . Assim, os centros ficarão espalhados por Manaus, facilitando o acesso à população e não serão concentrados. E com o tempo, iremos contemplar outras modalidades olímpicas”, disse Lima.

“Isso já é um legado das Olimpíadas no Rio e queremos aproveitar todos esses programas para quem sabe conquistar mais centros e projetos para beneficiar Manaus. Além disso, com este espaço no Santo Antonio, já podemos pensar em ser sede de aclimatação para outros países que participarão do maior evento esportivo do mundo”, finalizou o Secretário.

Entenda o CIE

O CIE é um dos maiores projetos de legado dos Jogos Olímpicos e dos Jogos Paraolímpicos de 2016, que serão realizados no Rio de Janeiro e beneficiarão todo o Brasil. Com ginásios poliesportivos e outras estruturas que podem receber até 13 modalidades olímpicas, seis paraolímpicas e uma não-olímpica, o CIE é parte do objetivo de disseminar a prática do esporte em todo o país, oferecendo espaço para o desenvolvimento da base do esporte de alto rendimento.


**Com informações da assessoria