Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Flamengo cede empate ao Bahia no fim do jogo

Em partida de nível técnico sofrível, o Flamengo deixou a vitória escapar nos últimos minutos de partida quando viu Talisca marcar belo gol de falta

Paulinho abriu o placar para o Flamengo contra o Bahia

Paulinho abriu o placar para o Flamengo contra o Bahia (Divulgação)

O Flamengo deixou a vitória escapar nos últimos instantes de jogo e viu o Bahia empatar em 1 a 1 pela 6º rodada do Brasileirão disputada na noite desta quarta-feira (21). A partida foi disputada na cidade de Macaé, no Rio de Janeiro, no estádio Claudio Moacyr, o Moacyrzão.

O empate em casa foi um resultado ruim para o Flamengo que só venceu apenas uma vez em seis jogos no campeonato deste ano. O rubro negro continua com 5 pontos, na 16º posição, colado na zona de rebaixamento.

O Bahia, que evitou a derrota de maneira heróica, permaneceu na 10º posição, com 8 pontos conquistados.

Os gols

A partida teve um nível técnico abaixo do esperado, e o que valeu foi mais a força de vontade dos jogadores. Sem contar com Hernane, o Brocador, para marcar gols, o Fla teve de contar com os outros atacantes para balançar as redes adversárias.

Coube a Paulinho o papel de goleador da noite. Foi dele o gol que abriu o placar aos 10 minutos da etapa inicial. A jogada iniciou com o meia Everton que subiu até próximo da área do Bahia e cruzou na cabeça de Paulinho que não desperdiçou a oportunidade. Flamengo 1 a 0 Bahia.

O gol não se traduziu em uma melhora do Flamengo em campo. E o castigo veio aos 46 minutos da etapa final com um gol de Talisca. O atacante cobrou falta com perfeição da meia lua e deixou tudo igual. Fim de jogo. Flamengo 1 a 1 Bahia.

Flamengo

Felipe; Leo Moura, Wallace, Samir e André Santos; Cáceres, Amaral, Elano e Everton; Paulinho e Alecsandro.

Técnico: Ney Franco.

Bahia

Marcelo Lomba; Railan, Demerson, Titi e Pará; Fahel, Rafael Miranda e Hélder (William Barbio); Maxi Biancucchi, Talisca e Branquinho.

Técnico: Marquinhos Santos.

Trio de arbitragem

Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Junior (árbiro), Clovis Amaral da Silva (auxiliar) e Elan Vieira de Souza (auxiliar).

 

**Leia mais na edição de quinta-feira (22) do Jornal A CRÍTICA