Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Fast vence Nacional no primeiro confronto da semifinal por 4 a 2

Com disposição mas sem conseguir criar jogadas, o Nacional não foi páreo para o Fast, que mostrou mais poder de concentração em campo para vencer a partida e abrir vantagem para o segundo jogo na próxima quarta-feira (5) em Itacoatiara

Jogadores do Fast comemoram a vitória sobre o Nacional na primeira partida da semifinal do Campeonato Amazonense

Jogadores do Fast comemoram a vitória sobre o Nacional na primeira partida da semifinal do Campeonato Amazonense (Euzivaldo Queiroz)

O Fast deu um importante passo rumo à final do Campeonato Amazonense na tarde desde domingo (2) ao vencer o Nacional por 4 a 2 no mini-estádio da Ulbra, em Manaus. A partida marcou o primeiro encontro das duas equipes na fase semifinal da competição, e deu vantagem ao Fast de jogar pelo empate ou perder por até um gol de diferença na próxima na próxima quarta-feira (5) em Itacoatiara.

No último sábado (1) o Nacional Borbense surpreendeu o atual campeão Prncesa do Solimões e venceu a partida da semifinal por 2 a 1 na cidade de Borba, em um jogo definido nos acréscimos.

Partida

O jogo iniciou equilibrado com o Fast demonstrando mais objetividade em campo contra o Nacional. O Leão da Vila Municipal pareceu não demonstrar cansaço em relação á viagem até Belém no meio da semana e fez a bola rolar, mas pecava na definição das jogadas ofensivas.

O zagueiro Samir abriu o placar para o Fast aos 29 minutos da primeira etapa. Rodrigo Índio lançou a bola na área para Samir estufar as redes de cabeça. Fast 1 a 0 Nacional.

O Colosso do Norte viria a ampliar sua vantagem logo no início do segundo tempo. Em boa jogada de ataque iniciada por Carlinhos Bala, Pantico cruzou bola para Lacraia – que substituiu Diogo Galvão durante o intervalo, o atacante avançou e chutou na saída do goleiro Jairo para marcar o seu gol aos seis minutos. Fast 2 a 0 Nacional.

O segundo gol sofrido fez com que a equipe nacionalina entrasse mais no jogo. Aos 12 minutos Índio descontou para o Leão ao aproveitar sobra de bola na área do Fast após cobrança de escanteio. Fast 2 a 1 Nacional.

Mas não deu nem tempo de comemorar. Índio, o mesmo do gol, cometeu falta próxima à área em Pontico e recebeu cartão amarelo. O endiabrado Carlinhos Bala, que estava fazendo estrago no jogo foi para a cobrança e chutou com perfeição, marcando o terceiro gol da equipe na partida. Fast 3 a 1 Nacional.

Em bela tabela de Rosembrick com Carlinhos Bala, o meia do Fast olhou e chutou rasteiro no canto direito de Jairo para marcar mais um gol na partida. Fast 4 a 1 Nacional.

Dois minutos depois, Fabinho cruzou na área do Fast para o grandalhão Fabiano acertar cabeçada certeira para o gol. Fast 4 a 2 Nacional.

Fast

Naylson; Catatau, Samir, Márcio Abraão e Rodrigo Ítalo; Lê, Dinamite, Rosembrick, Pantico; Carlinhos Bala e Diogo Galvão.

Técnico: Aderbal Lana.

Nacional

Jairo; Daylson, Índio, Rodrigão e Romarinho; Fabinho, Negretti, Nando, Chapinha; Jeferson Recife e Fabiano.

Técnico: Francisco Diá

Trio de arbitragem

Antônio Carlos Pequeno Frutuoso (árbitro), Marildo Luiz da Silva (auxiliar) e Rafael Alves Fragoso (auxiliar).

*Leia mais na edição de segunda-feira (3) no caderno CRAQUE do Jornal A CRÍTICA