Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

STJ decide à favor do Sport Recife, e retira 'hexa' do Flamengo

O Superior Tribunal de Justiça deu ganho de causa ao Sport Recife, que agora é declarado como o único campeão brasileiro de futebol do ano de 1987. O julgamento terminou com a votação de 4 a 1 à favor da equipe de Pernambuco

O time titular do Sport Recife no ano de 1987

O time titular do Sport Recife no ano de 1987 (Reprodução)

Mais um capítulo na polêmica envolvendo o campeonato brasileiro de 1987 foi escrita nesta terça-feira (8). O Superior Tribunal de Justiça (STJ) invalidou o título de campeão brasileiro do Flamengo daquele ano e decidiu favoravelmente - por 4 votos a 1 - declarar o Sport como único campeão do torneio.

Com a decisão, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) está impedida de afirmar que em 1987 houve dois campeões do Brasileirão, como vinha fazendo desde 2011. Há três anos seguidos, a CBF declara ter realizado dois torneios diferentes em 1987, tendo Sport Recife e Flamengo como campeões.

Mas a atitude não agradou o time de Recife, que entrou com um processo no Tribunal Regional Federal em Pernambuco para exigir da CBF que fosse declarada a única equipe campeã do torneio.

Em entrevista ao site esportivo Lance!, o vice-presidente jurídico do Clube de Regatas do Flamengo, Flávio Willeman, informou que ‘A decisão foi tomada nesta terça-feira e temos que aguardar ainda a publicação no Diário Oficial. Após isto iremos analisar o recurso. Dependendo pode ser que haja recurso no STJ ou no STF (Supremo Tribunal Federal). O Flamengo foi declarado pela CBF campeão junto com o Sport, então vamos atrás dos nossos diretos’.

Julgamento

O julgamento dos ministros da justiça teve início ainda na semana passada, quando foi interrompido por falta de quorum quando a votação estava com uma parcial de 2 votos a 1. Os ministros Sidnei Beneti e João Otavio de Noronha deram razão ao time de Pernambuco. O único voto divergente havia sido da ministra e relatora ,Nancy Andrighi, que votou pela permanência na divisão do título com o Flamengo.

No entanto, Paulo de Tarso Sanseverino e Villas Bôas Cueva votaram nesta terça-feira (8) à favor do Sport e deram por encerrada o julgamento após ‘goleada’ de 4 a 1.