Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Corinthians vence fora de casa e é o novo líder do Brasileirão

O Corinthians sofreu para superar a Chapecoense em Santa Catarina, mas saiu da Arena Condá com a vitória por 1 a 0, graças a Paolo Guerrero. O próximo compromisso do Timão é o clássico contra o São Paulo no próximo domingo (11)

Guerrero comemora o gol da vitória com seus companheiros

Guerrero comemora o gol da vitória com seus companheiros (Reprodução)

O Corinthians subiu duas posições na tabela e é o novo líder do Campeonato Brasileiro de 2014 após vitória de 1 a 0 sobre a Chapecoense. A partida foi válida pela terceira rodada do Brasileirão e disputada na Arena Condá, no fim da tarde deste domingo (4). O matador Guerrero foi o herói corinthiano, autor do gol que deu a vitória ao Timão.

Com o tropeço do Fluminense no sábado (3) ao perder em casa por 2 a 1 para o Vitória da Bahia, o alvi negro paulista assumiu a ponta do Brasileirão com 7 pontos conquistados até aqui. É o mesmo número de pontos do Cruzeiro, Internacional e Goiás – respectivamente segundo, terceiro quarto colocado -, mas o Timão possui um saldo de gols superior, já que tem sua defesa ‘invicta’.

Já a equipe catarinense continua na zona de rebaixamento, na 17º posição, com apenas um ponto somado até este momento na competição.

O jogo

Em um jogo de baixo nível técnico, as equipes se mostraram pouco inspiradas em criar jogadas ofensivas. A Arena Condá estava quase lotada com mais de 15 mil torcedores que empurraram a equipe da casa contra os visitantes.

O gol veio somente aos 32 minutos da etapa final com o matador peruano Guerrero. Após cruzamento pela direita, Jadson fura o chute, a defesa da Chapecoense falha em cortar a bola, que sobra para Guerrero encher o pé para a alegria da Fiel corinthiana. Fim de jogo: Chapecoense 0 a 1 Corinthians.

Chapecoense

Danilo, Ednei, André Paulino, Rafael Lima e Rodrigo Biro; Wanderson, Diones, Ricardo Conceição e Régis; Leandro e Bergson.

Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

Corinthians

Cássio, Fagner, Cleber, Gil e Fábio Santos; Ralf, Guilherme, Petros e Jadson; Romarinho e Guerrero.

Técnico: Mano Menezes.

Trio de arbitragem

Wagner Reway (árbitro), Fábio Rodrigo Rubinho (auxiliar) e Joadir Leite Pimenta (auxiliar).


**Notícia completa na edição de segunda-feira (5) do Jornal A CRÍTICA