Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Para The Telegraph, mudança no horário de jogos em Manaus é para beneficiar canais de TV

O clima quente e úmido da região amazônica é apenas uma desculpa para beneficiar os canais europeus de televisão que transmitirão os jogos da Copa, segundo o The Telegraph, que criticou a atitude da Fifa

Ashley Cole tenta consolar Roy Hodgson após revéns da seleção inglesa em casa

Ashley Cole tenta consolar Roy Hodgson após revéns da seleção inglesa em casa (Reprodução/The Telegraph)

O jornal britânico The Telegraph criticou nesta terça-feira (10) a atitude da Fifa em mudar o horário das partidas em Manaus, em especial, a do jogo da Inglaterra contra a Itália, que está programado para acontecer na Arena da Amazônia.  Anteriormente marcado para às 21h, no horário local (22h em Brasília e madrugada na Europa), o clássico entre britânicos e italianos acontecerá às 18h, no horário de Manaus (19h de Brasília, 23h nos países europeus).

Segundo o veículo, a partida contra a Itália foi antecipada pela Fifa em três horas sob a desculpa do forte calor na capital amazonense. Na opinião do jornalista Henry Winter, que assinou a matéria, a alteração do horário seria apenas para agradar os canais de televisão que irão transmitir as partidas no continente europeu, e não pelo calor, como a própria Fifa informou.

"Fifa foi errada e injusta na Copa do Mundo na mudança de horários. A decisão de antecipar quatro jogos em Manaus não é justo com as estrelas da competição", disse o jornalista na matéria.

Insatisfação com Manaus

O clima quente e úmido, típico da região amazônica é fonte de preocupação da delegação inglesa há alguns dias, e piorou depois que o sorteio oficial das seleções destacou o English Team para realizar sua estreia justamente em Manaus.

O técnico Roy Hodgson havia dito que “Manaus é o local a ser evitado”, justamente por conta das altas temperaturas. Outro descontente com a cidade é o técnico da seleção dos Estados Unidos, o alemão Jurgen Klismann, que definiu a escolha de Manaus como cidade sede da Copa como ‘um erro técnico’ da organização do mundial. Estados Unidos irá enfrentar Portugal na Arena da Amazônia no dia 22 de junho em partida válida pela primeira fase da Copa, pelo grupo G.