Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Alemanha goleia Portugal por 4 a 0 e anula CR7 durante a partida

O homem do jogo Thomas Müeller não só marcou três gols da goleada da Alemanha sobre Portugal, como também provocou a expulsão de Pepe, zagueiro luso brasileiro ainda no primeiro tempo da partida. Cristiano Ronaldo foi anulado pela defesa alemã

Müeller foi o melhor em campo na esmagadora vitória da Alemanha sobre Portugal

Müeller foi o melhor em campo na esmagadora vitória da Alemanha sobre Portugal (REUTERS/Dylan Martinez)

A Bahia parece ser a terra do improvável nessa Copa do Mundo. Era a última grande estreia que faltava, o último grande clássico da primeira rodada. Depois da goleada da Holanda sobre a Espanha, mais duas potências europeias se enfrentaram na Arena Fonte Nova, com mais uma goleada surpreendente. Com três gols ainda no primeiro tempo, a Alemanha venceu Portugal por 4 a 0 na tarde de desta segunda-feira (16) na Bahia.

Como tem sido comum nesta Copa, a festa começou cedo no jogo. Aos dez minutos, João Pereira derrubou Götze na área e o juiz marcou o pênalti, sob reclamações dos portugueses. Thomas Müller fez a cobrança e colocou a Alemanha na frente, fazendo a festa no estádio Fonte Nova.

Depois do gol, o jogo ficou mais travado, com poucas oportunidades claras de gol. Aos 24 minutos, Nani arriscou um chute de longe e quase surpreendeu o goleiro alemão, que viu a bola passando muito perto do travessão.

Aos 30 minutos, porém, o time português ofereceu um precioso espaço para os alemães. Götze recebeu um passe de Özil na entrada da área e bateu para o gol, mas a bola foi desviada pela defesa. Na cobrança do escanteio, o zagueiro Hummels subiu mais que os portugueses e ampliou o placar para os alemães, diante dos 51 mil torcedores presentes no estádio.

O que parecia difícil para Portugal ficaria ainda pior aos 36 minutos. O zagueiro Pepe quase perdeu a bola para Müller, que caiu reclamando de uma agressão no rosto. Irritado, Pepe foi até o alemão, ainda caído, e lhe deu uma cabeçada. O juiz expulsou o zagueiro, deixando Portugal com dez em campo.

No final do primeiro tempo, Müller foi decisivo mais uma vez. Ele aproveitou uma bola alçada na área pro Kroos e venceu o goleiro Rui Patrício, marcando seu segundo gol no jogo e frustrando de vez a torcida lusitana. Grande parte das atenções estava voltada para Cristiano Ronaldo. Premiado este ano como melhor jogador do mundo, o camisa 7 português pouco tocou na bola e, quando o fez, não conseguiu criar nenhuma jogada de perigo. Foi assim durante toda a partida.

No segundo tempo, a Alemanha diminuiu o ritmo do jogo e Portugal ficou sem saber como chegar ao gol de Neuer. E assim, tocando a bola sem pressa, os alemães entraram na área adversária e marcaram o quarto gol, com Müller, aos 32 minutos. Com esse gol, ele assumiu a artilharia da competição até agora. E, definitivamente, não era dia dos portugueses, que ainda reclamaram muito de um pênalti não marcado em Éder, em uma das raras chegadas ao ataque.

Portugal, que já havia perdido para os alemães na disputa do terceiro lugar na Copa de 2006, continua sem vencer os rivais. Com a vitória, a Alemanha lidera o Grupo G, com três pontos. Portugal vai tentar se recuperar diante dos Estados Unidos na próxima rodada, dia 22, na Arena Amazônia. Já a Alemanha vai enfrentar Gana em Fortaleza, no dia 21. Ainda hoje, africanos e norte-americanos se enfrentam em Natal, às 19h, horário de Brasília.