Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Flamengo é derrotado por 2 a 1 pelo León na Libertadores

A escrita de nunca estrear na competição continental com vitória jogando fora de casa se manteve com a derrota do Flamengo para o León por 2 a 1. O resultado fez com que a equipe mexicana assumisse a liderança do grupo com três pontos conquistados


Mauro Boselli abriu o placar para o León contra o Flamengo no estádio Nou Camp, no México

Mauro Boselli abriu o placar para o León contra o Flamengo no estádio Nou Camp, no México (Reprodução/Fox Sports)

O Flamengo perdeu por 2 a 1 contra o León em sua estreia no Grupo 7 pela Copa Libertadores da América na noite desta quarta-feira (12) no estádio León, em Guanajuato, no México. Com um jogador a menos desde o início do primeiro tempo, o Flamengo quase conseguiu um empate heróico mas sofreu com o toque de bola envolvente da equipe Mexicana.

O jogo

O time da casa já começou assustando o Flamengo com um ataque perigoso logo no primeiro minuto de jogo. Por pouco o mngão não tomou um gol de Brittos que não aproveitou cruzamento de Boselli.

O Flamengo respondeu aos 4 minutos com cabeçada de Hernane que bateu na trave. O ‘Brocador’ fez tabela com Everton e quase abriu o placar.

Por falta feia, Amaral foi expulso de cara pelo árbitro Buitrago. Aos 12 minutos, Montes ia na bola e recebeu uma ‘solada’ de Amaral, que levou o vermelho de cara, deixando o Flamengo com um a menos. O mexicano foi retirado de maca e recebeu atendimento médico da equipe do León. Ele voltou ao jogo dois minutos depois.

Aos 17 minutos Peña foi atingido por Carceres e o árbitro Buitrago marcou falta perigosa para o León.Mas, Gonzalez cabeceou para fora bola levantada na área por Magallón.

O León tomou conta do jogo após a expulsão de Amaral e teve maior posse de bola durante boa parte do 1º tempo. O Flamengo apenas observou a bola sendo tocada na intermediária, tentando roubar a bola.

Hernane evitou ficar isolado no ataque e voltou constantemente para o meio de campo para tentar iniciar ele mesmo um contra ataque. O León pareceu não ter pressa e se contentou em tocar bastante a bola, envolvendo a equipe brasileira.

Aos 29 minutos, Buitrago marcou penalidade para o León após Hernane colocar o braço em Boselli, que caiu no chão. O próprio Boselli bateu e marcou, deslocando Felipe do lance, aos 30 minutos de jogo. León 1 a 0 Flamengo.

O goleiro Felipe acabou tomando um cartão amarelo após provocar a torcida do León aos 34 minutos. Dois minutos depois, foi a vez do jogador Gonzalez tomar um amarelo. O primeiro da equipe mexicana.

O Flamengo teve grande chance de empatar aos 37 minutos após boa cabeçada de Samir, que aproveitou lançamento de Elano. Yarbrough saiu bem do gol e defendeu com segurança.

Amarelado, Gonzalez foi sacado da equipe mexicana pelo técnico Matosas e colocou Arizala em seu lugar aos 40 minutos da etapa inicial.

Carceres deixou tudo igual aos 42 minutos em jogada ensaiada. Elano cruzou bola na área e o zagueirão Gonzalez subiu mais que Yarbrough para cabecear. León 1 a 1 Flamengo.

Mugni, do Flamengo, recebeu cartão amarelo de Buitrago após reclamação, pois o árbitro demorou para validar o gol da equipe brasileira.

A segunda etapa iniciou com o León envolvendo o Flamengo com bolas perto da área da equipe brasileira. O Fla ia se defendendo e André Santos assinalou o lateral com um cartão amarelo por falta aos 2 minutos.

Felipe foi exigido aos 12 minutos e fez uma defesa difícil em cabeçada ‘à queima roupa’ de Brittos, impedindo mais um gol mexicano.

Aos 14 minutos Buitrago marca mais um pênalti para o León. Arizalla é derrubado na área por André Santos. Boselli foi novamente para a cobrança, mas, fez cavadinha e Felipe executou uma defesa fácil com a mão esquerda.

O Flamengo cresceu na partida e começou a atacar mais o León na partida. Elano meteu um chutaço na trave de Yarbrough após cobrança de falta e inflamou ainda mais a equipe brasileira.

Jayme de Almeida resolveu então tirar Everton para colocar Paulinho em campo para tentar o tudo ou nada aos 21 minutos.

Mas o León saiu mais uma vez na frente com Arizalla aos 22 minutos. Após cobrança de escanteio, o colombiano quase caído meteu a perna na bola aproveitando o cabeceio da zaga do Flamengo. León 2 a 1 Flamengo.

O gol foi um banho de água fria na equipe brasileira que viu o León tomar conta do jogo mais uma vez, empurrada por sua torcida presente no Nou Camp.

Elano sentiu cansaço e pediu para ser substituído. Jayme de Almeida sacou o meia e colocou Muralha em seu lugar aos 29 minutos de jogo.

O León então resolveu esperar mais pelo Flamengo e se concentrar nos contra atqaues. Em um deles, aos 34 minutos, Boselli cabeceou na trave de Felipe, que nem se mexeu.

Jayme de Almeida fez mais uma substituição ao colocar Alecsandro no lugar de Mugni. A troca assinalou que o Flamengo ia para o tudo ou nada, mesmo com a equipe brasileira visivelmente cansada em campo.

Em vacilo da defesa do mengo, Baselli novamente apareceu sozinho na cara de Felipe e desperdiçou nova chance ao mandar a bola na trave. O gleiro foi mais uma vez testado em bate rebate na área do Flamengo e fez outra grande defesa. Na sequência, Carceres levou amarelo do árbitro Buitrago.


León

William Yarbrough; Vázquez Gómez, Magallón, Rafa Márquez e Edwin Hernández; Elias Hernandez, Luis Arturo Montes, Éisner Loboa, Carlos Peña e; Matías Brito e Mauro Boselli

Técnico: Gustavo Matosas

Flamengo

Felipe; Léo Moura; Wallace, Erazo (Samir) e André Santos; Amaral, Muralha, Elano e Carlos Eduardo (Everton); Paulinho e Hernane

Técnico: Jayme de Almeida

Trio de arbitragem

José Hernando Buitrago (árbitro), Wilmar Navarro (auxiliar) e Rafael Rivas (auxiliar)