Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Edmundo afirma: 'Joguei mais que o Ronaldo!"

O 'Animal', ídolo do Vasco da Gama e Palmeiras, deixou a modéstia de lado e afirmou em entrevista à revista Playboy de maio que jogou mais bola que Ronaldo Fenômeno, ganhou mais títulos e que marcou mais gols que o careca, ainda que os números oficiais digam o contrário...

Edmundo ainda falou sobre a carreira, seus títulos, polêmicas e seu envolvimento com mulheres

Edmundo ainda falou sobre a carreira, seus títulos, polêmicas e seu envolvimento com mulheres (Divulgação)

De volta às polêmicas que marcaram sua carreira como jogador profissional de futebol, Edmundo, o ‘Animal’, de 43 anos, afirmou categoricamente em entrevista à revista Playboy deste mês, que jogou mais que Ronaldo Fenômeno. A notícia foi veiculada nesta segunda-feira (5) no UOL Esportes.

"Não só em 1997, eu joguei mais que ele a vida inteira. Fiz o dobro de gols", disse o atual comentarista esportivo. No entanto, segundo as estáticas oficiais, Ronaldo Nazário anotou 481 gols na carreira, contra 344 de Edmundo.

Edmundo ainda destaca que suas atuações no Brasil devem ser encaradas da mesma forma como a de Ronaldo na Europa. Na opinião dele, o campeonato brasileiro é superior ao italiano pela multi polarização de times fortes.

“Fui campeão mais vezes. Ah, ser campeão brasileiro não tem valor. E ser campeão italiano tem? Joguei na Itália, lá é campeonato de dois, três times. Aqui tem 12 times que podem ser campeões. Ser artilheiro aqui é duro. O Ronaldo jogou aqui e não conseguiu. A única coisa que diferencia o Ronaldo é o desempenho com a camisa da seleção brasileira”, polemizou o Animal.

Companheiros

Os dois atacantes fizeram parte da seleção brasileira na Copa do mundo na França, em 1998, que trouxe o vice campeonato ao país. Edmundo, na época era atacante do Vasco e reserva de Ronaldo, que já atuava pela Inter de Milão. Na final contra a França, Edmundo entrou no jogo no lugar de Ronaldo, mas não marcou nenhum gol.

O Animal teve uma de suas melhores temporadas no ano de 1997 quando foi artilheiro e campeão pelo Gigante da Colina.