Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Neymar vai se tornar referência do Barcelona, diz Iniesta

Neymar, em recuperação de uma fratura numa vértebra sofrida nas quartas de final da Copa do Mundo no Brasil, faz trabalho de recuperação física durante a pré temporada do Barcelona. O clube catalão tem a espectativa de que ele volte melhor ainda

"Está capacitado para ser uma referência neste Barça", falou Iniesta sobre o brasileiro

"Está capacitado para ser uma referência neste Barça", falou Iniesta sobre o brasileiro (Reprodução)

Neymar vai mostrar todo seu potencial em sua segunda temporada no Barcelona e tem tudo para ser uma das referências da equipe, disse nesta segunda-feira (11) o meia Andrés Iniesta, que também se mostrou ansioso pela estreia do atacante uruguaio Luis Suárez depois que cumprir suspensão.

Neymar está em recuperação de uma fratura numa vértebra sofrida contra a Colômbia nas quartas de final da Copa do Mundo no Brasil, e o Barcelona espera que o atacante brasileiro consiga mostrar seu talento após uma temporada de estreia em que sofreu com lesões.

"Sempre é difícil se adaptar, mas acho que é um jogador muito jovem, importantíssimo em sua seleção, e que portanto está acostumado a viver com esta pressão", disse Iniesta nesta segunda-feira, de acordo com o site do Barcelona.

"Esperamos o melhor dele, porque está capacitado para ser uma referência neste Barça", acrescentou.

Iniesta também elogiou Suárez, que não poderá estrear pelo Barça até que cumpra uma suspensão de quatro meses imposta pela Fifa por morder um adversário durante partida da primeira fase da Copa do Mundo.

"Ele está morto de vontade de começar. É muito importante que possa estar com o grupo o quanto antes", disse.

O meio-campista da seleção espanhola ainda disse que confia na volta de Lionel Messi a seu melhor nível, após uma temporada em que o argentino não esteve no mesmo nível das anteriores.

Messi fez um bom Mundial, em que levou a Argentina à final e foi eleito o melhor jogador, com quatro gols marcados, todos na primeira fase.

"Como todos e depois de um ano em que as coisas não foram bem para ele, a vontade e o desejo são máximos. Vejo-o com este desejo que todos nós temos depois de um ano ruim", afirmou Iniesta.