Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Botafogo arranca empate de 1 a 1 no Chile e continua líder

O resultado garantiu o Fogão na ponta da tabela com 4 pontos conquistados até aqui. Tanque Ferreyra marcou aos 40 minutos do 2º tempo e salvou o time da derrota

O argentino perdeu muitas chances de gol durante a partida mas marcou o tento salvador do Botafogo no fim do jogo

O argentino perdeu muitas chances de gol durante a partida mas marcou o tento salvador do Botafogo no fim do jogo (Divulgação)

O Botafogo viajou até Santiago, no Chile, para comprovar o favoritismo do time em seu grupo na Libertadores mas apenas empatou com o Unión Española em 1 a 1 no estádio Santa Laura Universidad SEK na noite desta quarta-feira (26) em partida valia pela 2º rodada da competição.

O Fogão continua na liderança do grupo 2 com 4 pontos conquistados – uma vitória e um empate, contra 2 da equipe chilena, na 3º colocação – com dois empates. O Independiente José Terán e o San Lorenzo duelam na quinta-feira (26) para fechar esta rodada.

O jogo

O primeiro tempo mostrou duas equipes equilibradas em campo, mas com um Botafogo mais contundente no ataque, apesar das chances desperdiçadas por Tanque Ferreyra. Em um típico jogo de Libertadores, as faltas foram mais duras e o árbitro José Luis Sierra distribuiu três cartões amarelos durante a primeira etapa: dois para o Botafogo (Edilson e Ferreyra) e um para o Unión Española (Luiz Paves).

O segundo tempo mostrou um Botafogo ainda melhor em campo que o adversário, mas novamente sem traduzir a superioridade em gols. Jogando todo para cima, o Botafogo acuou os donos da casa na defesa, que pareciam estar satisfeitos em apostar nos contra ataques.

A proposta de jogo dos chilenos se mostrou acertada, pois aos 29 minutos, Christian Chávez abriu o placar da partida com um chute rasteiro no canto do goleiro Jefferson. Unión 1 a 0 Botafogo.

O gol não abalou o Botafogo que continuou sendo mais ofensivo que o Unión. A esta altura, a equipe brasileira já tinha uma vantagem de 16 ataques contra apenas 9 dos chilenos.

Ferreyra perdeu grande oportunidade aos 36 minutos após se livrar da marcação, chutar e ver o goleiro Sanchez operar um milgare.

Mas quatro minutos depois o próprio Ferreyra não desperdiçou e deixou tudo igual, salvando o Botafogo da derrota.

Unión Española

Sanchez; Miranda, Ampuero, Navarrete e Berardo; Pevez, Favarelli, Chávez e Jaime; Salom e Campos

Técnico: José Luis Sierra

Botafogo

Jefferson; Edílsom, Bolívar, Dória e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Gabriel, Jorge Wagner, Lodeiro e Wallyson; Tanque Ferreyra

Técnico: Eduardo Húngaro

Trio de arbitragem

José Luis Sierra (árbitro), Luis Sanchez (auxiliar) e Jairo Romero (auxiliar).