Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Vasco conquista Bi ao vencer o Sport Recife por 6 a 2

A arena montada no Complexo Esportivo da Ponta Negra foi palco da final entre as equipes do Vasco da Gama e Sport Recife. O Vasco não deu chances ao Sport e conquistou no Bicampeonato da 4ª Copa Brasil de Beach Soccer

Vasco da Gama deu show na 4ª Copa Brasil de Beach Soccer e conquistou o bicampeonato

Vasco da Gama deu show na 4ª Copa Brasil de Beach Soccer e conquistou o bicampeonato (Antonio Lima)

O Vasco da Gama fez jus a torcida cruzmaltina, que lotou o Complexo Turístico da Ponta Negra na manhã deste domingo (30) ao conquistar o bicampeonato da 4ª Copa Brasil de Beach Soccer. Embalados pelo grito de “É campeão”, o Trem bala da Colina venceu sob os olhos atentos de um público de três mil pessoas, após derrotar o Sport Recife por 6 a 2. O evento foi promovido pela Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel).

Para o titular da Semjel, Fabrício Lima, a quarta edição superou todas as expectativas. “Enfrentamos muitas dificuldades nesta edição, mas graças a Deus conseguimos passar por cima de cada uma. Este ano não tivemos condições de fazer o evento como previsto, nem no Sambódromo, nem no Centro Cultural Povos da Amazônia, mas a torcida abraçou a causa e a Copa foi um sucesso mais uma vez. Nós perdemos em quantidade de público, mas ganhamos em cenário”, comentou Lima.

Vasco 6x Sport 2

Antes do início da partida, foi feito um minuto de silêncio em respeito à tragédia ocorrida na sexta-feira dia (28) na Capital.

A primeira etapa começou quente e com menos de 1’’ minuto de partida  Bokinha, do Vasco, sofreu falta. Ao realizar a cobrança, a bola saiu venenosa em direção ao gol e explodiu na trave.

Aos 4’, o Vasco marcou seu primeiro gol, quando Mauricinho ajeitou a bola no peito para Bueno que tentou a primeira, mas foi parado pela zaga do Sport, que rebote só teve o trabalho de escolher o canto e tirar o goleiro da jogada, abrindo o placar.

O segundo gol do Vasco saiu após a triangulação entre Igor, que levantou a bola para Jordan, que de cabeça mandou para Bokinha,  rolou a bola para o fundo do gol.

O Sport, correndo atrás do placar, ainda diminuiu aos 9’38’’ com Fernando DDI, que encobriu o goleiro do Vasco com um belo toque de “letra” fechando o primeiro tempo em 2x1 para a equipe carioca.

O segundo tempo começou corrido e com o time do Sport querendo empatar. Mas, em ataque confuso do Leão, a bola sobrou para Mauricinho do Vasco que ficou frente a frente com o goleiro Du Alves.  Sem dificuldades, Mauricinho marcou o terceiro do time carioca aos 2’03’’.

Faltando apenas 12’’ para o final do segundo tempo, Cezinha do Vasco ligou a bola ao ataque e Igor aproveitou cochilo da zaga do Sport para cortar o goleiro e encher a rede para o time carioca.

A terceira etapa começou com ataque forte do time do Sport. Aos 19’ de partida, Andrezinho diminui para o time pernambucano, que encheu o pé direito e não deu chances ao goleiro Cezinha. Aos 2’40’’ , foi a vez de Lucão passar o golerio do Sport, e marcar quinto da equipe carioca. Logo após, Lucão cobrou uma falta com perfeição e decretou assim o placar final para: 6 a 2 para o Vasco.

“Esta é minha primeira vez em  Manaus e estou feliz em  poder ganhar um título desta expressão. E muito gratificante. Sofremos uma dura derrota para o time do Flamengo, mas isso nos deu mais garra para jogar o restante da competição e graças a Deus podemos sair vencedores”, Comentou o técnico do Vasco Léo Braga sobre o Bicampeonato do time carioca.

Flamengo 4 x Vila Velha 3

Depois de um jogo apertado, o Flamengo conquistou o terceiro lugar da 4 Copa Brasil de Beach Soccer, na manhã deste domingo, dia 30, após derrotar o Vila Velha por 4 a 3. Um dos grandes responsáveis pela vitória da equipe e que fez toda a diferença dentro da quadra foi o craque Dino Tambaú, que marcou dois dos quatro gols para o time carioca. Estreante na equipe, o jogador que é natural de Pernambuco dedicou à conquista à sua família.

 “Estou muito feliz por ter ajudado a equipe a conquistar o terceiro lugar. Foi um jogo duro, de raça, mas graças a Deus conseguimos nos destacar na final. Dedico este momento, que é tão importante para mim, à minha família. Ela sempre esteve ao meu lado, dando força para a minha carreira”, comentou Tambaú, ao afirmar que em 2015 volta pela Fla para tentar ajudar o conjunto na conquista do bi.

 O jogo

O primeiro período entre Flamengo e Vila Velha começou com as duas defesas marcando muito bem. Desta forma, a rede só veio a balançar no finalzinho da partida, aos 2’’, quando Rafinha do meio campo chutou forte e abriu para o Mengão.

No segundo período, não precisou de muito tempo para o Flamengo aumentar. Aos 1’47’’ Digo Gama marcou e fez 2 a 0 para o Rubro Negro. Mas, aos 10’40’’, o Vila Velha reagiu e Leandrão do meio quadra aproveitou o passe, ajeitou, e explodiu.

No terceiro e último período, as equipes apresentaram um jogo muito mais movimentando. Com sede de gol e precisando reverter a situação, o Vila Velha empatou com o Fla aos 3’15’’ com gol de Camilo, que recebeu um cruzamento e escorou de cabeça para marcar 2 a 2. Aos 10’, Dino Tambaú desempatou para o Flamengo após aproveitar um passe.

 Dois minutos depois, o craque da camisa 2, Dino Tambaú, voltou a marcar e aumentar para o Fla. Com um toque de cabeça, ele fez 4 a 2 para os cariocas.

No finalzinho, aos 43’, numa cobrança de falta, Dinho do Vila Velha ainda fez mais um gol para o time do Espírito Santo, mas não houve mais chance do time estreante na competição se recuperar. Final 4 a 3 para o Mengão.

“É claro que a gente esperava chegar à final para tentar mais um título, mas estamos satisfeito em chegar ao terceiro lugar. Honramos a camisa do Flamengo e agora vamos comemorar”, comentou o comandante do Rubro-Negro, Rodrigo Stockler.

 Os melhores

A 4ª Copa Brasil de Beach Soccer elegeu os destaques da competição neste sábado. O título de melhor goleiro foi para Cesinha, do Vasco. De melhor jogador foi para Reyder, do Vitória. Lucão, do Vasco, ganhou de artilheiro (ao somar seis gols) e André, do Sport, foi eleito o revelação do evento.

 “Esta conquista é fruto de muito trabalho. Nosso time treinou o ano inteiro, teve muita atitude em quadra e a torcida empurrou a gente. Agradeço de coração a minha equipe, que é uma família para mim, e toda a torcida”, disse Cesinha, que em 2012 também foi eleito melhor goleiro pelo Vasco.