Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Tuna Luso comemora 44 anos de glórias no futsal amazonense

A agremiação ajudou a fundar a federação da modalidade no Amazonas. Além de revelar vários craques que já atuaram, inclusive, na Seleção Brasileira


Tuna Luso é um celeiro de craque do futsal amazonense há 44 anos.

Tuna Luso é um celeiro de craque do futsal amazonense há 44 anos. (Divulgação)

Hoje é um dia de festa na Tuna Luso de Manaus, o clube festeja 44 anos de fundação nesta quinta-feira (31). O clube que elevou o nome do futsal amazonense no Brasil é referência na base do esporte. Nas mais de quatro décadas de existência, cerca de três mil atletas já passaram pelo clube que é o maior detentor de títulos da história do esporte no Amazonas em todas as categorias.

O time foi oficialmente fundado em 1970, na esquina das ruas Visconde de Porto Alegre com a Leonardo Malcher, no bairro Praça 14 de Janeiro, na Zona Sul de Manaus. Conhecido ponto de encontro dos jovens daquela época na capital amazonense. O nome do clube é uma homenagem a Tuna Luso de Belém do Pará, que em 1960 infernizou a vida dos times locais com seu impecável futebol, batendo todos os times da cidade Baré.

Tri do Peladão

O clube venceu o maior campeonato de peladas do mundo, o Peladão, em três oportunidades. Fazendo a alegria dos moradores da comunidade e trazendo o respeito dos adversários. O primeiro título do Peladão veio na 7ª edição do torneio, em 1977, quando bateu por 2 a 0 a equipe do Posto 5.

Em 1979, a Tuna ergueu novamente o campeonato, dessa vez vencendo o Clube Atlético Chapada pelo placar de 3 a 2. Com os triunfos, a equipe da Praça 14 ficou conhecida como o “papão de títulos” da competição. O terceiro triunfo no Peladão aconteceu em 1984, ao vencer a disputa de pênaltis contra o time da Petro Silva, após empate sem gols.


Formador de craques

Reconhecidamente um celeiro de craques, a Tuna Luso de Manaus, já revelou grandes jogadores da modalidade. Alguns migraram para o futebol de campo, porém a maioria continua brilhando nas quadras. O meio-campista Roberto Dinamite, ex-Fast Clube e Nacional, é um dos que passaram pelo clube.

O lateral-esquerdo André Luiz, ex-São Caetano e Betim-MG, que também jogou no São Raimundo, atua hoje no Vila Nova de Goiás, também migrou do futsal para os gramados. No entanto, Leo Feitoza preferiu permanecer na modalidade e atualmente joga no Chipre. Além de Luiz Henrique, que desfila seu futebol no Brasil Kirin, de Sorocaba e já jogou pela Seleção Brasileira de Futsal.

Tradição no futsal

A Tuna Luso, hoje presidida por um de seus fundadores, o ex-atleta Edilson Freitas, é a equipe com mais títulos na categoria adulta, com nove conquistas. Somando todas as categorias, o clube da Praça 14 também é a primeira colocada entre todos os times do Estado, totalizando 26 conquistas.


Juntamente com outras equipes do futsal amazonense, como Rio Negro, Nacional, Olímpico, entre outras, ajudou a fundar a Federação Amazonense de Futsal (Fafs). O primeiro presidente da entidade foi o saudoso Nelson Matias, dirigente do Olímpico na época.

A equipe da Praça 14, comandada pelo treinador Marcelo Galvão, fez belíssima campanha na primeira fase do Campeonato Amazonense categoria sub-20, classificando-se em primeiro lugar para a reta final da competição. Ao lado de outras agremiações como o Abílio Nery e Liga de Coari, a Tuna é uma das favoritas a levar mais uma taça para sua sala de troféus.