Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Thiago Belo mantém cinturão dos Galos no BWF

O Big Way Fight IV teve um total de 13 lutas e um público com cerca de 1 mil pessoas. Quem foi conferir o evento não se arrependeu e assistiu a bons combates, com direito a nocautes e uma defesa de cinturão disputada

Após a decisão dos jurados, Thiago Belo era só alegria com seu cinturão

Após a decisão dos jurados, Thiago Belo era só alegria com seu cinturão (Divulgação)

O Big Way Fight IV foi marcado pela manutenção do cinturão dos galos de Thiago Belo, que superou José Marcos na principal luta do evento realizado na noite da última quarta-feira (24) na quadra da Escola Estadual Nossa Senhora de Fátima, no Alvorada 2, Zona Centro-Oeste. Aproximadamente mil pessoas prestigiaram a competição, incluindo astros do esporte, como: Adriano Martins (UFC), Ronys Torres (ex-UFC) e Mário Israel (Jungle Fight).

Mais experiente nos octógonos, Thiago Belo aguentou bem a pressão de José Marcos e impôs seu melhor jogo de chão de defesa de quedas diante do oponente. No final, vitória por decisão unânime dos juízes. “Essa vitória eu dedico a minha família, aos meus patrocinadores e a todos que acreditaram em mim”, disse o campeão dos galos.

No segundo duelo mais importante da noitada de MMA, um verdadeiro atropelo entre os pesos pesados. Com a direita calibrada, Adriano Balby só precisou de 35 segundos para transformar Davi Tank em “passageiro da agonia”. O atleta Clay sofreu o nocaute técnico mais rápido da noite.


Arrebentaram

Estreante no circuito profissional, Yarlei Júnior passou um sufoco no começo da luta, mas teve tranquilidade e estratégia para vencer Vitor Maciel por finalização em mata-leão no segundo round. A vitória foi celebrada por amigos e familiares que estavam assistindo ao combate.

Outro atleta treinado por Márcio Pontes mereceu aplausos dos torcedores. Marcelo Loro perdeu o primeiro round para Max Silva, que quase finaliza a luta com uma chave americana. No segundo round, porém, Loro acertou uma direita poderosa, levando o adversário à lona. Foi o nocaute mais espetacular da noite.

Resultados

Thiago Belo venceu José Marcos por decisão unânime dos juízes; 

Adriano Balby  venceu Davi Tank por nocaute técnico aos 35 segundos do primeiro round;

Neto Olímpico venceu Mamed Jezini por nocaute técnico no primeiro round;

Kalion  venceu Desmond Austin por interrupção médica no primeiro round;

Rogério Pereira venceu Jefferson Pedra por decisão unânime dos juízes;

Bruno Batty venceu Oberlan Silva por decisão unânime dos juízes;

Luiz Guerreiro venceu William Santos por nocaute técnico no primeiro round;

Marcelo Loro venceu Max Silva por nocaute no segundo round;

Yarlei Júnior venceu Vitor Maciel por finalização em mata-leão no segundo round;

Welson Furius venceu Lucas Ramos por finalização em mata-leão no segundo round;

Alex Pio venceu Werlleson “Galinho” Martins por decisão unânime dos juízes;

Wendel Silva venceu Vinícius Lima por nocaute técnico no segundo round;

Rair Costa venceu Celano Couto por nocaute técnico no primeiro round.