Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Manaus recebe edição do Bitetti Combat em fevereiro de 2014

Pela primeira vez em Manaus, o evento de MMA Bitetti Combat chega em terras amazônicas no mês de fevereiro de 2014. Amaury Bitetti foi um dos maiores nomes do jiu jitsu na década de 90 e já foi instrutor de chão da fera Rodrigo Minotauro

O Bitetti Combat já trouxe nomes consagrados do MMA para seus cards, como Jeff Monson (esquerda) e Pedro Rizzo (direita)

O Bitetti Combat já trouxe nomes consagrados do MMA para seus cards, como Jeff Monson (esquerda) e Pedro Rizzo (direita) (Reprodução/Faixa Preta)

Ao lado do próprio Amaury Bitetti, o prefeito de Manaus, anunciou,  durante a realização da Copa Arthur Neto de Jiu Jitsu, no último domingo (8) a vinda do evento ‘Bitetti Combat’ para Manaus em fevereiro de 2014,. O evento coloca Manaus de vez no mapa de eventos esportivos de artes marciais, uma vez que o Jungle Fight retorna à cidade, além de uma etapa do Abu Dhabi Combat Club, que também irá acontecer na cidade no ano que vem.

“Nós vamos trazer o Bitetti Combat  no ano que vem para Manaus e queremos fazer um evento bem estruturado, com um bom card e que os amazonenses possam comparecer em peso. Após o Bitetti, queremos realizar em 2013 o Jungle Fight  e o quanto antes uma edição do UFC. Para o UFC, contamos com dois advogados nossos lá fora, que é o Jacaré, um exemplo de profissional;  e o campeão José Aldo. Além disso, queremos ano que vem recuperar nossos complexos esportivos e proporcionar ainda mais opções de lazer à população”, disse o Prefeito.

Bitetti Combat

Segundo Amaury, o Bitetti Combat em Manaus terá doze lutas casadas no card, dividido entre seis preliminares e seis principais, fora a disputa do cinturão ficará por conta de Paulo Filho e André Muniz. Já o co-main event vai contar com um amazonense. Trata-se de Erick Silva.

“Nós vamos fazer um card bem brasileiro e levar a cara da Amazônia para o evento. O único lutador de fora que vamos trazer é um argentino. Pela primeira vez vamos fazer o Bitetti aqui e queremos que ele seja inesquecível para aqueles que forem prestigiar. A Arena é um local ótimo e será tudo da forma que estamos planejando”, disse Amaury.

Copa Arthur Neto

Cerca de 1.500 atletas participaram do evento de jiu jitsu mais tradicional do Amazonas, realizado na Arena Amadeu Teixeira, na Zona Centro Oeste da cidade. Sob o olhar atento do único faixa coral da Região Norte, o mestre Márcio Pontes foi um dos destaques da Copa Arthur Neto. O ex-técnico de José Aldo faturou o lugar mais alto do pódio pela Preta Pluma Máster e comemorou a décima primeira medalha da competição.

“Já participei e ganhei várias vezes esta Copa, mas todas as vezes que piso no tatame para defendê-la a minha adrenalina vai a mil e eu fico ansioso, pois é um desafio. Quando a competição termina  e eu levo a melhor, como foi dessa vez, é a hora de agradecer a Deus e de comemorar”, disse Márcio, que soma 20 anos de carreira e faturou  a categoria após vencer Paulo Silva, por finalização.

Outro que se deu bem na competição foi Daniel Trindade. O roraimense faturou a faixa preta pesado, após vencer por 7 a 0 Fábio Monteiro. “Fiquei muito feliz por ter vencido. Cheguei há dois meses em Manaus, para vir fazer a academia de delegado, e  aproveitei para participar do evento. Graças  a Deus tive um resultado positivo e em 2014 foi investir nas competições daqui de Manaus”, afirmou Trindade, que conquistou o tricampeonato pela Copa.