Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Amazonas subiu ao pódio no Panamá Internacional Open de Jiu Jitsu

Subindo ao lugar mais alto do pódio por duas vezes, o faixa preta Ronnie Melo, faturou as categorias Super Pesado e Absoluto. De acordo com o mestre, os combates foram altamente técnicos. Por isso, a vitória tem um gostinho especial


O resultado não poderia ser mais satisfatório parta a delegação do Amazonas neste evento internacional da arte suave

O resultado não poderia ser mais satisfatório parta a delegação do Amazonas neste evento internacional da arte suave (Divulgação)

Os amazonenses Ronnie Melo e Melquedeseque Galvão desembarcam em Manaus na madrugada de terça-feira (3) com saldo positivo do Panamá International Open de Jiu-Jítsu, disputado neste último domingo (1). A dupla retorna com quatro medalhas, sendo três medalhas de ouro e uma de bronze. 

Subindo ao lugar mais alto do pódio por duas vezes, o faixa preta Ronnie Melo, faturou as categorias Super Pesado e Absoluto. De acordo com o mestre, os combates foram altamente técnicos. Por isso, a vitória tem um gostinho especial.

“Graças a Deus eu encerro o ano com três competições e cinco medalhas de ouro. Além deste objetivo mais que cumprido, tive a oportunidade de estar com o meu amigo Melque, em sua estreia internacional. A vitória dele foi a minha recompensa como professor, pois esta é a minha missão: ensinar o caminho das pedras para os meus alunos”, disse o professor que coordena o projeto Aprender, Conviver e Lutar, que atualmente beneficia mais de mil alunos do ensino fundamental na rede municipal de ensino.

Para Melque, que participou pela primeira vez de uma competição no exterior, o resultado não poderia ser mais satisfatório. O faixa marrom volta a Capital trazendo ouro pela Meio Pesado e bronze pela Absoluto.

“Estou muito feliz com esta conquista, pois minha família, amigos e meu mestre são testemunhas do meu empenho durante quase dois meses de treino intensivo e para a perca dos três quilos. Não foi fácil, pois os lutadores de fora são bem agressivos, mas consegui me sobressair e nunca vou esquecer desta estreia em tatame estrangeiro”, brincou Melque, contando as horas para chegar a terrinha baré e exibir as conquistas para a família.