Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Triatlo cai no gosto dos amazonenses

De 2011 para 2013 o número de atletas federados saltou de cinco para mais de 300

A modalidade de triatlo envolve provas de ciclismo, natação e corrida Saúde Praticar triatlo é qualidade de vida, dizem os atletas

A modalidade de triatlo envolve provas de ciclismo, natação e corrida Saúde Praticar triatlo é qualidade de vida, dizem os atletas (Antônio Lima)

O triatlo – modalidade que mistura corrida, natação e ciclismo – virou uma febre nos quatro cantos do Brasil e é claro, que o esporte também cresceu bastante no Amazonas. Segundo o presidente da Federação do Estado (Fetriam), Antonio Neto, de 2011 para 2013 o número de atletas federados saltou de cinco para mais de 300.

A realização de competições em nível nacional também foi algo que cresceu e facilitou a vida, e principalmente, o desempenho dos triatletas locais, que alcançaram ótimos resultados nos torneios que aconteceram em Manaus.

“Praticar triatlo é qualidade de vida. As pessoas começam a correr e depois a pedalar e a nadar, e começam a sentir a necessidade de buscar novos desafios. E o triatlo proporciona isso”, disse Antonio Neto, presidente da Fetriam.

Antonio Neto assumiu a Federação no final de 2011 e em 2012, ao lado do vice-presidente Márcio Soares, convidou pessoas interessadas a praticar o esporte a se filiarem a Fetriam. No mesmo ano, realizou três edições do Powerade Circuito Amazonense de Triatlo com o intuito de descobrir novos talentos da modalidade.

“Em 2011 apenas cinco pessoas eram federadas, mas também as competições locais eram poucas. Com a reativação da Fetriam os torneios locais aumentaram e isso, de alguma forma, empolgou as pessoas, que passaram a praticar mais triatlo”, completou o dirigente Antonio Neto.

Jéssica Santos – um dos principais nomes do triatlo amazonense – era uma das cinco pessoas filiadas a Fetriam em 2011. Para ela o crescimento do triatlo em Manaus é notório.

“A cada dia mais pessoas começam a praticar triatlo e isso é muito legal. A realização de torneios locais e nacionais em Manaus é uma coisa que motiva bastante, pois os amazonenses têm a oportunidade de competir com os melhores triatletas do País e isso é maravilhoso”, disse Jéssica, que no último fim de semana venceu a terceira e última etapa do Circuito Amazonense de Triatlo – conquistando o seu sétimo título estadual.