Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Fogão vence Verdão e sai do Z-4 no Campeonato Brasileiro

Em partida polêmica onde Emerson Sheik acusou o zagueiro palmeirense Lúcio de homofobia, o Botafogo saiu-se vencedor apesar de ter sido dominado por todo o primeiro tempo

Jogo foi disputado no estádio Prudentão, interior de São Paulo

Jogo foi disputado no estádio Prudentão, interior de São Paulo (Reprodução)

Em busca da reação no Campeonato Brasileiro o Botafogo enfrentou o Palmeiras, no Prudentão, em partida válida pela 8ª rodada e venceu por 2 a 0. Os gols da vitória foram marcados por Bolatti e Zeballos. Com o resultado, o Botafogo chegou aos oito pontos e deixou a zona de rebaixamento.

Já o Verdão amargou sua segunda derrota consecutiva após a chegada do técnico argentino Ricardo Gareca – apesar de ainda não ter assumido a equipe -, e está na 5º colocação com 12 pontos conquistados.

Após a vitória o Botafgo permanecerá em São Paulo. Na 9ª rodada o Glorioso enfrentará o Corinthians, domingo, às 16h, na Arena Corinthians. Por questões contratuais e pelo 3º cartão amarelo, Emerson Sheik é desfalque certo para o jogo.

O jogo

A partida no Estádio Prudentão, com 5.681 espectadores em Presidente Prudente, começou quente e com a iniciativa do Palmeiras. Aos 3, Diogo bateu cruzado de perna esquerda e levou perigo ao gol de Renan. Aos 21, novo susto. Marquinhos Gabriel avançou em velocidade e tentou encobrir Renan, mas sem sucesso.

A primeira chance alvinegra saiu dos pés de Emerson Sheik. Aos 28, o camisa 7 dominou bem o lançamento na área e foi travado no momento do chute pelo zagueiro Lúcio.

O Botafogo melhorou no jogo e passou a construir mais jogadas. Em uma delas, aos 33, Emerson Sheik marcou em chute forte, mas viu o lance ser mal anulado pelo auxiliar, que levantou a bandeira de forma equivocada.

No fim do primeiro tempo o Palmeiras intensificou a pressão, mas parou na boa defesa de Renan, aos 42, em chute forte de Wesley. Na sequência, a nova investida palmeirense explodiu em André Bahia.

Veio o segundo tempo e com ele um lance como no início do jogo. No primeiro minuto, Wesley bateu de longe e levou perigo ao Botafogo. Aos 15, o gol do Fogão! Wallyson cobrou escanteio, a defesa cortou para a entrada da área e Bolatti, de primeira, acertou o canto do goleiro Fabio. 1 a 0 Botafogo!

O Palmeiras ficou em desvantagem numérica aos 25, quando Wesley recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso após acertar Emerson Sheik. Bem no jogo, o Glorioso quase marcou o segundo com Zeballos, que driblou o goleiro e teve sua finalização cortada pela zaga palmeirense. 

Os minutos finais foram de pressão palmeirense, mas o Botafogo soube se defender e matar o jogo. Em jogada de contra-ataque, Zeballos bateu com confiança, selou a vitória e garantiu o 2 a 0 no placar.

Palmeiras

Fábio; Wendel, Lúcio, Marcelo Oliveira, William Matheus; Renato, Wesley, Felipe Menezes (Bernardo) e Marquinhos Gabriel (Chico); Diogo e Henrique.

Técnico: Alberto Valentim

Botafogo

Renan; Junior Cesar(Julio Cesar), André Bahia, Bolívar e Lucas; Airton, Bolatti(Rodrigo Souto) e Edílson; Wallyson(Jorge Wagner), Zeballos e Emerson Sheik.

Treinador: Vagner Mancini

Trio de arbitragem

Heber Roberto Lopes (árbitro), Fabio Pereira (auxiliar) e Helton Nunes (auxiliar).

Renda R$ 163.770,00


*Com informações da assessoria do Botafogo