Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Pioneiros do MMA no AM encerram carreira no Bitetti Combat 19

Precursores do esporte no estado, quando o mesmo ainda se chamava Vale-tudo, José Hilton Alves enfrenta Macário Super em uma luta especial na próxima quinta-feira (6)

"Naquela época, não tinha regras nem nada”, lembra Bidida

"Naquela época, não tinha regras nem nada”, lembra Bidida (Reprodução)

Com 36 anos de carreira, José Hilton Alves de Lima, o “Bidida”, é considerado uma lenda viva do antecessor da Mixed Martial Arts (MMA), o vale-tudo. Com um cartel de 14 vitórias, uma derrota e incontáveis combates não-oficiais, o lutador de 54 anos decidiu fazer sua despedida dos ringues num dos maiores eventos da modalidade da América Latina, o Bitetti Combat 19, que acontece em Manaus na quinta-feira (6), a partir das 19h no ginásio do Tropical Hotel.

Como oponente, o faixa-preta vai enfrentar Macário Super, lutador que também encerrará a carreira com chave de ouro no Bitetti Combat. “Já tinha dito ao Macário, caso surgisse uma oportunidade, seríamos ele e eu. Somos amigos, mas é claro que existe a rivalidade. Estamos treinando para o evento há três meses e vamos fazer uma boa luta. Eu sei do potencial dele e ele conhece o meu”, disse.

Hoje funcionário público e formado em Direito, Bidida lembra da época em que começou a treinar Jiu-Jítsu. “Comecei na arte suave aos 16 anos. Quando fiz 18, comecei nas artes marciais e ingressei no vale-tudo. Naquela época, não tinha regras nem nada”, lembra Bidida.

“Fiz muita luta, nos antigos comitês, onde a gente chegava a lutar três vezes numa noite, isso num intervalo de meia hora. Não existiam títulos, nem ranking, como é hoje, por isso oficialmente tenho 15 lutas”, explica o lutador, que vai competir na categoria meio-pesado.

Com a voz embargada, o lutador conta emocionado o sentimento de despedida dos ringues e afirma que apesar do encerramento da carreira, continuará frequentando os tatames da academia e com o treino em dia.


“É um momento difícil, mas como todo atleta, eu sei a hora de parar. Estou um pouco triste, pois de agora em diante só vou poder prestigiar, por isso quero fazer um bom combate e contar aos meus netos sobre a despedida nesse grande evento. Espero que essa seja a melhor luta da minha carreira”, encerrou um dos precursores do MMA no Amazonas.

Ingressos

Os ingressos para o Bitetti Combat 19 já estão sendo vendidos na Academia Amazon Fit, na avenida Djalma Batista, bairro Chapada, e também na Loja Evolution, Rua N, Conjunto Eldorado, Parque Dez, ambos na Zona Centro Sul de Manaus. A cadeira está sendo vendida ao valor de R$ 50, cadeira VIP R$ 100, frisa R$ 30 e o camarote para 12 pessoas custa R$ 1.500

Pesagem

Antes de pisarem no octógono pelo Bitetti Combat 19 na quinta-feira (6), os lutadores enfrentarão a balança nesta quarta-feira (5), às 9h, no Amazônia Golf Resort, localizado na rodovia AM-010, km 64.

Card completo

Luta especial

José Hilton “Bidida” x Macário Super


Preliminar

Kenny Pinheiro x Sebastião Souza

Léo Jacaré x Luís Guerreiro

Wagner Costa x Raniere Santos

Michel Sassarito x Rafael Ceará

Jeferson Santos x Mario Pimba

Arlisson “Tenchiran” x Tiago Ximarú

Nicleide Machado x Viviane Sucuri


Principal

Vitor Hugo Neves x Alexandre “Pescoço”

Diego D’avela x Marcelo “T. Rex”

Fábio Lima Saci x Alex Cowboy

Naldo Faveloso x Wilker Ribeiro

Ronys Torres x Gilmar Manaus


Cinturão médio

Paulo Filho x André Muniz “Sergipano”


Cinturão leve

Erick Silva x Andrézinho Nogueira