Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

No Rio, Bolt diz que segue comprometido com 100m para Jogos de 2016

Ele confirmou declarações anteriores de que pretendia se aposentar após a Olimpíada de 2016, mas que por pedido do patrocinador estendeu o prazo para 2017, quando o Mundial de atletismo será organizado em Londres

 Buscar o artigo Usain Bolt em evento no Rio de Janeiro

Buscar o artigo Usain Bolt em evento no Rio de Janeiro (REUTERS/Sergio Moraes)

O velocista jamaicano Usain Bolt garantiu que não vai desistir de competir na prova dos 100 metros rasos na Olimpíada de 2016, enquanto se prepara para sua primeira prova do ano na distância em uma pista montada na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, no domingo (17).

Bolt, bicampeão olímpico e recordista mundial dos 100m e dos 200m, disse no início de agosto que sua principal meta é correr abaixo dos 19 segundos nos 200 metros, afirmando que já teria "feito o bastante nos 100m".

Em entrevista no Rio antes da corrida de exibição no domingo, o jamaicano esclareceu que vai correr as duas provas nos Jogos Olímpicos de 2016 na cidade.

"Não foi o que eu quis dizer. Perguntarem-me sobre recordes mundiais e eu disse que o meu foco principal era tentar quebrar o recorde dos 200 metros. É minha prova favorita", disse Bolt a repórteres ao ser perguntado se correria os 100m na Olimpíada do Rio.

"Eu sempre vou estar disposto para (correr) os 100 metros", acrescentou.

Bolt afirmou estar ansioso para a corrida do fim de semana em Copacabana, uma prova promocional no formato um contra um em uma pista montada sobre a areia, mas que foi homologada pela Associação Internacional de Federações de Atletismo (Iaaf) e, portanto, está válida para a quebra de recordes.

"Essa, na praia, vai ser mesmo um teste para eu ver em que nível estou. Mas eu acho que vou correr abaixo dos 10 segundos, sem dúvidas", afirmou o corredor, que esteve afastado por alguns meses este ano devido a uma lesão, mas vem de uma vitória pela Jamaica no revezamento 4x100m no Jogos da Comunidade Britânica em Glasgow, na Escócia.

O recorde mundial de Bolt nos 100m é de 9,58 segundos. O melhor tempo do mundo em 2014 até o momento é do norte-americano Justin Gatlin, com 9,80 segundos.

O corredor brincou que faria "uma tentativa no futebol profissional" em sua vida pós-atletismo.

Ao ser questionado sobre suas expectativas para a organização da Olimpíada no Rio, Bolt demonstrou confiança, baseado no que observou durante a Copa do Mundo.

"Até onde eu sei, pelo que me disseram, a Copa do Mundo foi um sucesso, eu não vi nenhum problema enquanto assistia aos jogos na TV - porque eu vi muitos jogos. Se eles fizeram isso para o Mundial, acho que deve ser mais fácil agora para as Olimpíadas."