Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Brasil atropela África do Sul em último amistoso antes de Felipão definir equipe oficial da Copa

A Seleção Brasileira fez uma bela atuação e venceu os Bafana Bafana por 5 a 0 - com três gols de Neymar - em prelo Soccer City, palco da Copa do Mundo de 2010. O jogo serviu como teste para o técnico Luis Felipe Scolari, que tem até o próximo dia 7 de maio para escalar a equipe oficial da competição da Fifa

O craque Neymar foi autor do primeiro gol da partida, mas sofreu com o excesso de ataques dos asiáticos

O craque Neymar foi o destaque da partida contra a África do Sul, marcando três dos cinco gols (Reprodução)

A seleção brasileira fez seu último teste antes da convocação para a Copa do Mundo nesta quarta-feira (5), contra a África do Sul, em grande estilo, ganhando a partida por 5 a 0 frente a um público de 51 mil pessoas. Palco da final da Copa do Mundo passada, o estádio Soccer City, em Joanesburgo, recebeu o jogo-teste, que serviu para que o técnico Luiz Felipe Scolari fechasse o grupo que estará no Mundial do Brasil, em junho – o anúncio oficial da lista dos convocados sai no dia 7 de maio.

O Brasil abriu o placar nos 10 minutos do primeiro tempo, com gol do Oscar: Hulk conseguiu um lançamento primoroso e tocou em velocidade para Oscar, que apareceu livre na área e tocou por cobertura na saída do goleiro.

Apenas 7 minutos depois, David Luiz sai da área para disputar bola aérea com Claasen e acaba atropelando o meia sul-africano. O árbitro marca a falta e os Bafana Bafana decidem levantar na área, mas o próprio David Luiz faz o corte. Na sequência do lance aéreo, Julio César pede para o árbitro Antonio Caxala paralisar a partida porque um jogador sul-africano ficou caído na área.  Khumalo, defensor sul-africano, caiu de mau jeito no lance aéreo na área brasileira, torcendo o joelho na queda. Ele sai de campo na maca e dá lugar a Xulu.

O segundo gol da Seleção Canarinho saiu só aos 41 minutos da primeira etapa. Neymar é lançado por Paulinho, escapa da marcação de Xulu e fica de frente com o goleiro Willians. O camisa 11 do Brasil chuta forte de esquerda e encontra um espaço entre as pernas do goleiro.

Segundo tempo com novidade

A Seleção retornou para o segundo tempo do jogo com uma: a equipe estreou o novo uniforme azul. A camisa, que será utilizada na Copa do Mundo, é listrada em degradé. Os jogadores também voltaram a campo com uma braçadeira preta estampando o número “46664”, em referência à identificação de Nelson Mandela nos vinte e sete anos em que ficou preso pelo regime de segregação racial na África do Sul.

E logo no início Neymar amplia com um golaço: após os africanos darem a saída, os brasileiros recuperma a bola no meio-de-campo e Fred dá um toque para Neymar, já na cara do gol. O atacante aproveita a saída do goleiro e tocou por cobertura para estufar novamente as redes. 3 a 0.

Aos 30 minutos do segundo tempo, Ramires leva o primeiro cartão amarelo do jogo. Ele chegou atrasado em dividida com Manyisa, que puxa contragolpe em velocidade para a África do Sul, e acaba atropelando o camisa 20 dos Bafana Bafana.

Quatro minutos depois, outro golaço, desta vez do Fernandinho – que, com a jogada, praticamente se garante na equipe oficial da Copa do Mundo. O jogador arriscou de muito longe, apostando na sua perna direita, e acertou um chute no ângulo de Willians, que fica apenas olhando a bola entrar no gol pela quarta vez.

O último gol da partida veio já na prorrogação da segunda etapa, de novo com Neymar. Daniel Alves levanta a bola na segunda trave e Jô escora de cabeça para o meio da área. É quando Neymar aparece quase na pequena área e ainda divide com o goleiro Willians, mas consegue chegar primeiro na bola e completa para o fundo das redes.

Amistosos

A quarta-feira é a última data oficial estipulada pela Fifa para amistosos entre seleções: as 32 equipes nacionais que estarão na Copa do Brasil entram em campo em jogos-testes.  Espanha x Itália, França x Holanda e Alemanha x Chile são outros jogos de destaque na rodada internacional.

Depois do jogo contra a África do Sul, o Brasil fará mais dois amistosos, já com o grupo que vai jogar a Copa do Mundo. As datas e adversários ainda não foram confirmados de maneira oficial pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), mas os adversários especulados são o Panamá e a Sérvia. Junho é o mês provável para estes amistosos.

Histórico

O Brasil jamais foi derrotado pela África do Sul: a Seleção Canarinho já se encontrou com os Bafana Bafana em quatro oportunidades, e saiu vitoriosa de todas elas. O último encontro foi no final de 2012, em amistoso no Morumbi, que teve vitória apertada (1-0) com gol de Hulk - à época, um reserva ainda desacreditado - e muitas vaias no final. A única partida por competições oficiais foi na Copa das Confederações de 2009, quando um gol de falta de Daniel Alves no finalzinho calou o Ellis Park e levou o Brasil à final.

Inaugurado em 1940 e praticamente reconstruído para a Copa do Mundo de 2010, o Soccer City, localizado na cidade sul-africana de Joanesburgo, tem capacidade para 91.141 torcedores. E a Seleção Brasileira guarda boas recordações do palco da final do último mundial: foi lá que os comandados de Dunga venceram a Costa do Marfim por 3-1, ainda na fase de grupos da competição.

Escalações

BRASIL: Júlio César; Rafinha, Thiago Silva, David Luiz (Dante) e Marcelo; Fernandinho e Paulinho; Hulk, Oscar e Neymar; Fred (Jô). Técnico - Luis Felipe Scolari

ÁFRICA DO SUL: Willians; Ncongca, Khumalo (Siyanda Xulu), Nthethe e Matlaba; Furman, Jali, Serero e Claasen; Parker (Ayanda Patosi) e Rantie. Técnico - Gordon Igesund