Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Argentina avança na Copa mesmo com Messi ‘apagado’

Os “Hermanos” não tiveram uma grande atuação contra a Seleção da Bélgica. Porém, jogaram o sufiente para vencerem por 1 a 0 e chegar às semifinais do torneio após 24 anos

Argentina avança mesmo sem grande atuação de Messi.

Argentina avança mesmo sem grande atuação de Messi. (Divulgação/Fifa)

Um jejum na seleção argentina já perdurava por seis mundiais: o de não chegar a uma semifinal de Copa do Mundo. Quase tão grande quando o jejum da seleção sulamericana na competição era o do atacante dos "hermanos", Higuaín. O autor do gol da vitória sobre os belgas não marcava havia 83 dias. O triste fato do jogo ficou por conta da lesão de Di Maria: o companheiro de Messi sentiu a coxa logo no início da partida.

A seleção da Bélgica deixa o Mundial da Fifa com a sensação de dever cumprido. A geração de Hazard e Fellaini correu e lutou muito contra uma burocrática e, em certos momentos até chata, Argentina. Porém, a melhor organização tática do time de Alejandro Sabella não deixou espaços para os ataques belgas.

Mesmo com uma melhor proteção no sistema defensivo da Argentina, Messi não brilhou como em outros momentos neste Mundial. O gol de Higuaín, logo aos oito minutos de jogo de jogo deu maior tranquilidade ao time argentino. Sem a pressão de ter de furar o bloqueio adversário, o craque do Barcelona apenas distribuiu bola no meio de campo.

A contusão de Di Maria aos 27 minutos do primeiro tempo fez com que Messi perdesse seu companheiro na armação das jogadas. Mesmo assim, a Argentina se saiu muito bem e em nenhum momento do jogo os bicampeões mundiais se sentiram ameaçados.

Logo após o término do jogo no estádio Mané Garrincha, em Brasília, os argentinos fizeram a festa. Desde a Copa da Itália em 1990, quando eliminaram o Brasil do torneio, os "hermanos" não chegavam tão longe numa Copa. Naquela ocasião os argentinos foram vice-campeões mundiais, ao perderem a final para a Alemanha por 1 a 0.

Agora, Messi e companhia aguarda o vencedor do confronto entre Holanda e Costa Rica para definir a segunda  partida das semifinais. A Argentina volta à campo na próxima quarta-feira (9) na Arena Corinthians, valendo a vaga na grande final da Copa do Mundo.