Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

CAS mantém punição por mordida e Luis Suárez não pode estrear pelo Barcelona

Apesar de continuar com o castigo de quatro meses, o Tribunal liberou o jogador para treinamento com o time catalão. O atacante também terá de cumprir os nove jogos de suspensão pela Seleção do Uruguai


CAS mante a punição a Luis Suarez e o atacante segue sem poder vestir a camisa do Barcelona.

CAS manteve a punição a Luis Suárez e o atacante segue sem poder vestir a camisa do Barcelona. (Reprodução/internet)

A Corte Arbitral do Esporte (CAS), decidiu nesta quinta-feira (14) pela manutenção da suspensão de quatro meses ao atacante Luis Suárez pela mordida desferida no zagueiro Chiellini, da Itália, na partida em que o Uruguai venceu os italianos por 1 a 0. Com a decisão do Tribunal, o atleta continua fora dos gramados, o que frustou bastante a diretoria do Barcelona, que contratou o jogador em uma transação milionária.

Luizito (apelido do atleta), inicialmente, estava impedido pela entidade de participar de qualquer atividade relacionada ao futebol. O jogador não poderia treinar, se concentrar, ou mesmo participar de ações de marketing no clube espanhol. O Barça, que adiquiriu o passe do atacante pela bagatela de 81 milhões de euros (cerca de R$ 245 milhões).

Porém, o Tribunal amenizou a pena e decidiu liberar o atleta para treinamento junto aos demais jogadores do Barcelona. No dia 9 de agosto, o atacante uruguaio se explicou a CAS e apresentou recurso para diminuir o gancho que pegou pela dentada em Chiellini, mas não convenceu o júri, que manteve a pena.


A dura punição imposta pela entidade, se deu pelo fato da reincidência do jogador. Ele já havia mordido rivais em duas outras oportunidades, e isso pesou na pena dada durante o Mundial. Em 2010, quando atuava pelo Ajax, Luizito mordeu o meia Otman Bakkal. Em 2013, como jogador do Liverpool, o atacante deu nova dentada, desta vez no zagueiro Branislav Ivanovic e foi suspenso por dez jogos.

Mesmo envolvido em tantas confusões em campo, Suárez foi contratado a peso de ouro Barcelona, e formará um dos ataques mais badalados do futebol, com Neymar e Messi. Porém, sem poder sequer treinar com o restate do elenco do Barça, segue aguardando para enfim vestir a camisa do clube catalão em campo.

A defesa do atacante combateu suposta desproporcionalidade na sanção da Fifa, a violação do direito de trabalho do jogador e o histórico de punições da entidade – que segundo os advogados são mais leves que o imposto ao atacante. Até mesmo a vítima da agressão, o zagueiro Chiellini saiu em defesa de seu agressor e considerou quatro meses um prazo exagerado.

A mordida custou caro a Suárez, que foi julgado durante a Copa e foi banido do Mundial. O jogador teve de sair da concentração do Uruguai e retornou a Montevidéu antes mesmo da eliminação da Celeste Olímpica, ocorrida contra a Colômbia, nas oitavas de final do torneio.