Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

'Copa da Zuera' ataca novamente: Jogo simula infinita goleada alemã sobre o Brasil

O The Realistic Brazil 2014 Game permite que o jogador seja André Schürrle e faça sua própria goleada contra o time de Felipão

Defesa brasileira é ironizada em jogo

Defesa brasileira é ironizada em jogo (Reprodução/Internet)

A Copa ainda não acabou, mas a derrota do Brasil diante da Alemanha na última terça-feira (8) impôs um luto sobre a nação que o evento parece distante, longínquo.

O humilhante placar de 7x1 já está sendo chamado de "Mineiraço", em referência ao "Maracanaço", histórica derrota do Brasil na final da última Copa sediada no país, em 1950.

Os mais brincalhões (ou mais masoquistas), no entanto, podem reviver o momento de uma forma inusitada: através do The Realistic Brazil 2014 Game ("o jogo realista do Brasil 2014", em português).

O site insere o jogador na pele de André Schürrle, que por duas vezes furou a defesa brasileira na semifinal, e o permite fazer tantos gols lhe apeteça, contanto que passe pelo bloqueio representado por versões virtuais dos jogadores Júlio César, David Luiz e Dante.

O bloqueio, no entanto, como na partida que tirou o Brasil da "Copa das Copas", está lá como mera formalidade: ao clicar na bola para chutar, os avatares dos jogadores da Seleção abrem caminho e até mesmo a trave vai na direção dela!

Depois do sétimo gol, o sistema do jogo perde a conta e o jogador pode continuar a chutar indefinidamente. Quem se habilita, pode jogar clicando aqui.


Contador

Já parou para pensar como o placar do jogo entre Brasil e Alemanha estaria caso ele ainda estivesse acontecendo? Bom, alguém já, e a curiosidade foi tanta que gerou um site para partilhar essa informação.

O contador do site Brasil e Alemanha Eterno, atualizado a cada doze minutos, dá uma perspectiva da surra que estaríamos levando caso o árbitro Marco Rodriguez nunca tivesse apitado o fim do jogo.

Até o fechamento desta matéria, o placar computava 251 gols para Alemanha e 33 para o Brasil. Os corajosos (e curiosos) de plantão podem acessá-lo aqui. O ACRITICA.COM ressalta, no entanto, que os torcedores mais fanáticos devem evitá-lo a qualquer custo.