Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Craque da Croácia alerta: batalha no meio-campo definirá jogo de abertura da Copa

A estrela do Real Madri elogia o rival do Barcelona e a postura de respeito dos brasileiros em relação à seleção croata, mas afirma que podem parar Neymar


O craque Modric promete vencer o duelo contra Neymar na abertura da Copa.

O craque Modric promete vencer o duelo contra Neymar na abertura da Copa. (Divulgação)

Luka Modric é um dos craques da Seleção da Croácia e um dos gênios que usarão a mítica camisa 10 em suas equipes, assim como Neymar no time de Felipão. Em entrevista coletiva na manhã desta terça-feira (10), o jogador disse que será uma partida difícil, mas que o astro brasileiro do Barcelona não será a única preocupação dos croatas no jogo de abertura da Copa. 

O reencontro está marcado para a próxima quinta-feira (12), no Itaquerão, em São Paulo. Na última vez que se enfrentaram, Neymar usava a camisa 11 do Barcelona e Modric a de número 19 do Real Madri. O confronto valeu nada mais, nada menos que o título da Copa do Rei de 2014 e, na ocasião, o atleta da Croácia se saiu melhor na batalha do meio de campo e os merengues levantaram a taça, numa tarde pouco inspirada do ex-santista. 

Na opinião do meia croata, o craque da Seleção Brasileira atua melhor com a camisa do Brasil. “Neymar é muito bom jogador. Ele não teve uma grande temporada de estreia no Barça, mas parece um jogador diferente pelo Brasil. Muda mesmo. Mas muitos outros times já o pararam, e é o que vamos tentar fazer. Além disso, o Brasil não é só Neymar. Ele não é o único perigo”, afirmou o jogador em coletiva recente. 

Assim como Eduardo Silva, atacante brasileiro naturalizado croata, que cita os avanços dos laterais brasileiros, Marcelo (companheiro do meia no Real Madri) e Daniel Alves (rival no Barcelona) como maior preocupação da equipe, Modric acrescenta o zagueiro Thiago Silva como grandes jogadores da equipe do Brasil. 

“Será difícil. Eu creio que a batalha no meio-campo será a chave para ganhar o jogo. Se conseguirmos manter a posse, trocar passes, isso será muito importante. Neste jogo não podemos depender só de defender. Se nos defendermos o jogo todo, sem tentar mostrar nossas qualidades, vai ser pior para nós. Espero ganhar essa batalha no meio. Quem for melhor no meio vai ganhar a partida”, opinou o jogador, prevendo um novo duelo com o Neymar. 

O meio-campista ainda se mostrou satisfeito com os comentários dos atletas do Brasil, que não mostram tanto favoritismo assim contra os croatas. “Não sei se alguém está subestimando a Croácia, mas sei que o Brasil não está. Eles têm grande respeito por nós. Depende de nós mostrarmos que somos bons o bastante para jogar estas partidas. Já mostramos que somos bons em outras oportunidades e esperamos repetir agora”, finalizou o craque. 

O último trabalho da Seleção da Croácia no Centro de Treinamento de Praia do Forte será realizado nesta terça-feira (10), às 17h (horário de Brasília). Na manhã desta quarta-feira (11), véspera da abertura, a seleção europeia viaja de ônibus até Salvador e depois segue em de avião para São Paulo.