Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Criciúma se livra de punição no STJD e recupera os pontos

O time de Santa Catarina foi absolvido da acusação de escalação irregular do atacante Cristiano. Com a decisão do júri esportivo, o Tigre se afasta ainda mais da zona da degola

Atacante Cristiano foi escalado irregularmente pelo Criciúma.

Atacante Cristiano foi escalado irregularmente pelo Criciúma. (Divulgação/internet)

O Criciúma entrará em campo neste sábado (9), contra o Cruzeiro, no estádio Heriberto Hulse, bem mais aliviado. Em julgamento realizado na tarde desta quinta-feira (8), no Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), o clube catarinense não perderá mais os três pontos retirados na primeira decisão do júri. Com a devolução da pontuação perdida o Tigre (apelido da equipe) sobre para a 13ª posição no Brasileirão.

No dia 24 de julho, o Criciúma já havia conquistado o efeito suspensivo e garantido a volta dos suados três pontos. Com o resultado final do julgamento desta quinta, não cabe mais recurso e o Tigre segue sua luta no campeonato brasileiro com os 15 pontos conquistados em campo. Como base de sua defesa, os advogados do clube usaram a demissão do diretor de registros da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) a seu favor.

Caso Cristiano

Quando atuava pelo Naviraiense, em 2013, Cristiano foi expulso por agressão a um adversário e punido no STJD com a suspensão de cinco jogos. Porém, o atacante cumpriu apenas uma partida da punição, contra o Paysandu, pela Copa do Brasil. Desde então o jogador não mais atuou em nenhuma competição nacional, não terminando assim de cumprir a penalização.

No início do ano, Cristiano foi contratado pelo Londrina e disputou o campeonato local. Em seguida, o jogador foi negociado com o Criciúma para jogar o Brasileirão, e os dirigentes do clube disseram que não constava nenhuma punição ao atleta, por parte da CBF. O atacante foi escalado para a partida contra o Goiás pela segunda rodada do nacional, logo após o jogo, foi feita a denúncia ao STJD.

O Tigre foi enquadrado no artigo 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), com pena de “perda do número máximo de pontos atribuídos a uma vitória no regulamento da competição, independentemente do resultado da partida, prova ou equivalente, e multa de R$ 100 a R$ 100 mil”.