Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

UFC: pesagem entre McGregor e Brandão tem clima quente

Com um cartel de 18 vitórias e 9 derrotas, Diego "Ceará" Brandão faz a luta principal na edição que marca retorno do UFC à Irlanda. Brandão luta contra o irlandês Conor McGregor, que também tem 18 vitórias e apenas duas derrotas

A encarada precisou ser apartada por Dana White

A tradicional "encarada" entre os dois lutadores precisou ser apartada por Dana White, presidente do UFC (Ciarán Maher)

Alta voltagem. Este foi o clima da pesagem entre os lutadores que fazem o evento principal do 'UFC Fight Night: McGregor x Brandão', que acontece neste sábado (19) e que só não acabou em agressão porque Dana White apartou. O cearense radicado em Manaus é o único brasileiro na edição.

Sem esquecer as raízes, Brandão tem passagens pelos bairros do Japiim, Canarãnas, Praça 14, Cachoeirinha, Compensa II e Boulevard, e está disposto a fazer bonito na edição do UFC, que marca a volta da organização à Irlanda depois de cinco anos, no então UFC 93.

Pela frente, o brasileiro tem nada menos que o dono da casa, Conor Mcgregor, e sua torcida, que esgotou os ingressos em 30 minutos, segundo o próprio brasileiro.

Responsável por fazer a luta principal da noite pela primeira vez desde que entrou no UFC, Brandão apareceu para o público americano quando se consagrou como primeiro brasileiro a vencer a edição número 14 do The Ultimate Fighter (TUF americano). Na ocasião, ele finalizou Dennis Bermudez ao encaixar um arm-lock. Diego afirmou momentos antes da pesagem que a pressão pela vitória era para o dono da casa.

“Pressão existe sim. Mas para ele. O McGregor está lutando em casa e essa edição do evento parou o país. Todas as pessoas só falam nesta luta. Então, se existe alguém que precisa vencer é ele. Estou tranquilo e muitos irlandeses têm me dado apoio nas ruas”, falou o lutador em caráter exclusivo para o Portal A CRÍTICA.

 

Segundo Diego, para o desafio fora de casa contra o 13º do ranking da categoria peso-pena, o momento não poderia ser melhor. Com a preparação em dia, ele diz estar pronto para a guerra.

“A preparação está ótima. Fiz um camp (período de treinos antes da luta) muito bom. Estou preparado psicologicamente e fisicamente. Vamos para a guerra e vamos vencer”, afirmou.

Última luta

A última luta acabou em derrota por nocaute técnico para Dustin Poirier no UFC 168 Weidman x Silva II. E março, o lutador teve a luta cancelada no UFC Fight Night: Shogun x Henderson II, após a demissão do norte-americano Will Chope. Porém, segundo Diego, isso não abalará o seu jogo. 

“Esse período, que eu tive a luta cancelada, nunca deixei de treinar. Me dediquei mais e treinei com mais vontade. Estou bem e vou fazer o faço de melhor: lutar”, encerrou.

UFC Fight Night: McGregor x Brandão

19 de julho de 2014, em Dublin (IRL)

CARD PRINCIPAL

Peso-pena: Conor McGregor x Diego Brandão

Peso-meio-médio: Zak Cummings x Gunnar Nelson

Peso-mosca: Ian McCall x Brad Pickett

Peso-leve: Norman Parke x Naoyuki Kotani

CARD PRELIMINAR

Peso-médio: Ilir Latifi x Chris Dempsey

Peso-mosca: Phil Harris x Neil Seery

Peso-médio: Cathal Pendred x Mike King

Peso-médio: Tor Troeng x Trevor Smith

Peso-meio-pesado: Cody Donovan x Nikita Krylov

Peso-mosca: Paddy Holohan x Josh Sampo