Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Mario Israel cita estilo de Brandão e prevê combate equilibrado

Atual número um no ranking da categoria Galo do país, o manauara, Mario Israel é amigo pessoal de Diego Brandão e aposta no jogo de chão para o brasileiro sair do octógono com a vitória. "Os dois tem um estilo agressivo", disse o lutador


Mario Israel e Diego Brandão

Mario Israel e Diego Brandão (Divulgação)

Neste sábado (19), Diego Brandão é o centro das atenções no UFC. Ele é um dos protagonistas da luta principal do ‘UFC Fight Night: McGregor x Brandão’. Além dos fãs, um seleto grupo torcerá atentamente por mais uma vitória de Diego. Os amigos.

Entre eles, está o eleito melhor peso Galo do país em 2013 e também manauara, Mario Israel, que no mesmo ano, realizou um intercâmbio nos Estados Unidos da América, onde treinou na mesma academia que o amigo Diego Brandão, a Jackson’s Submission, do já lendário treinador de MMA, Greg Jackson.

O caminho é o chão

Em uma bate papo rápido com o Portal A CRÍTICA, Israel fez uma analise do combate e aposta no jogo de chão para o brasileiro sair do octógono mais famoso do mundo com a vitória.

“Os dois tem um estilo agressivo, porém, o Diego tem muito mais contundência nos golpes, em contra partida o McGregor é uma caixa de surpresas. Mas sem dúvida o Diego é mais completo, com sua parte de chão muito mais a frente que a dele”, afirmou Israel que, nos posts de Diego Brandão nas redes sociais, é constantemente marcado.

Quanto à estratégia que Brandão precisará usar para vencer, Mario Israel aponta dois fatores que dão vantagem para o brasileiro na trocação: o costume de Ceará usar uma distância mais segura do oponente e de acertar a entrada de golpes com maior facilidade.

“Como ele (Diego), usa o overhand de direita e o McGregor joga de canhoto, existem grandes chances do Diego pegar ele. E vale lembrar que o jiu-jitsu dele (Diego) é bom e pode ser uma arma, desde que ele tenha cuidado com as joelhadas. Mas conheço ele e ele saberá o que fazer para ganhar”, finalizou Israel.