Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Estado de Laís Souza é gravíssimo, de acordo com hospital americano

A ex-ginasta e atual esquiadora brasileira sofreu um acidente em um treino de esqui, nos Estados Unidos; ela não consegue mover braços e pernas e respira com a ajuda de aparelhos

Laís Souza em entrevista ao UOL no ano passado; ginasta sofreu muito com lesões nos últimos anos

Laís Souza em imagem do ano passado, quando ainda era ginasta (Paula Almeida/ Uol)

O Hospital da Universidade de Utah, nos Estados Unidos, divulgou nesta quarta (29) um boletim médico oferecendo detalhes da situação da brasileira Laís Souza, ex-ginasta e atual esquiadora que sofreu um acidente em Utah enquanto participava de treinos para a Olimpíada de Inverno de Sochi

A divulgação foi realizada em Salt Lake City, após reunião do neurocirurgião americano, Dr. Andrew Daley, com o médico do Time Brasil e especialista em traumato-ortopedia, Antonio Marttos Jr, da Universidade de Miami, além de uma teleconferência com a equipe médica, formada por especialistas brasileiros e americanos e liderada pelo Dr. João Grangeiro, Diretor Médico do Comitê Olímpico Brasileiro (COB).

Segundo o boletim, Laís não consegue mover os braços e as pernas e respira com auxílio mecânico. Ainda de acordo com o documento, a atleta terá uma longa recuperação pela frente e o quadro não é irreversível. O estado dela ainda é considerado gravíssimo, mas ela está consciente.

O superintendente executivo do COB, Marcus Vinícius Freire, disse que, no momento do acidente, Laís esquiava em uma pista normal e não estava treinando saltos.

"Ela estava esquiando livre, em pista normal, não estava saltando. O técnico vinha na frente dela", revelou Marcus Vinicius ao Jornal Nacional.

O Dr. Antonio Marttos Jr. disponibilizou a estrutura do Hospital da Universidade de Miami para conduzir a recuperação de Laís. O local utiliza recursos da telemedicina e foi importante na recuperação de Jaqueline Carvalho, atleta da seleção de vôlei que se acidentou na coluna vertebral durante uma partida válida pelos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, em 2011.

Como todos os familiares de Laís estavam no Brasil, o COB ofereceu uma passagem para a mãe da atleta, Odete Vieira da Silva Souza, viajar para Salt Lake City e poder acompanhar a recuperação da filha. Odete vai viajar ao lado da fisioterapeuta Denise Lessio, mas ainda aguarda a oficialização do visto e deve embarcar nesta quarta-feira.