Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Comitiva amazonense está confirmada na no mundial da CBJJE

Serão um total de 261 atletas de 30 academias da ‘arte-suave’ do Estado irão compor a delegação amazonense. Durante a competição, que terminará no domingo, 17, qualquer ponto obtido pelo atleta irá somar na classificação geral da equipe

Atletas estiveram na Secretaria para receber as passagens

Atletas estiveram na Secretaria para receber as passagens (Antônio Lima)

Trinta atletas considerados de alto rendimento do Jiu-Jítsu foram contemplados pela Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel) com passagens aéreas para participarem do Campeonato Mundial de Jiu-Jítsu Esportivo, organizado pela Confederação Brasileira de Jiu-Jítsu Esportivo (CBJJE). O evento terá início nesta quinta-feira, 14, em São Paulo (SP) na quadra poliesportiva do Ginásio Estadual Geraldo José de Almeida, conhecido como Ginásio do Ibirapuera, unidade do Conjunto Desportivo Constâncio Vaz Guimarães.

Serão um total de 261 atletas de 30 academias da ‘arte-suave’ do Estado irão compor a delegação amazonense, que terá a oportunidade de conquistar o bicampeonato mundial da modalidade por equipes com lutas nas categorias Mirim, infantil, Infanto-Juvenil, Juvenil, Adulto, Master e Sênior.

Os combates acontecerão na quadra poliesportiva do Ginásio Estadual Geraldo José de Almeida, conhecido como Ginásio do Ibirapuera, unidade do Conjunto Desportivo Constâncio Vaz Guimarães, e vai reunir potências da modalidade que vêm conquistando, ao longo dos anos, destaque em todo o mundo.

Durante a competição, que terminará no domingo, 17, qualquer ponto obtido pelo atleta irá somar na classificação geral da equipe. Ficando o primeiro lugar com dez pontos, o segundo com cinco pontos e o terceiro com dois pontos. Ao final de todas as lutas, após a contagem da soma de pontos de cada equipe, será possível conhecer o estado que ficará com o título do mundial por equipe.

Superação

Aos 15 anos, o faixa verde de jiu-jítsu Marcelo Batista já passou por muitos desafios na vida. Há cerca de três anos, o atleta perdeu a mãe, na época com 26 anos, em decorrência de um Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Batista declarou que encontrou forças no esporte para superar a partida precoce dela e que contou, ainda, com o apoio de familiares para seguir em frente. O atleta recorda que procura manter a prática de atividades físicas desde muito pequeno, mas que foi por meio do jiu-jítsu que ele se sentiu realizado e, hoje, procura aprimorar as habilidades em artes marciais.