Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Fluminense e Vasco são rebaixados e vão disputar a Série B em 2014

A vitória de virada do tricolor carioca em cima do Bahia não foi suficiente para livrar o time da degola neste ano. Já o Vasco da gama perdeu por 5 a 1 em disputa marcada por violência nas arquibancadas do estádio. 

Wagner, do Fluminense, lamenta rebaixamento após a última rodada do Brasileiro 2013

Wagner, do Fluminense, lamenta rebaixamento após a última rodada do Brasileiro 2013 (Reprodução/Internet)

A virada do Fluminense – campeão brasileiro em 2012 – e sua vitória por 2 a 1 contra o Bahia, válido pela última partida do Campeonato Brasileiro de 2013, de nada adiantou: com o Coritiba vencendo o São Paulo por 1 a 0, o tricolor carioca está oficialmente rebaixado para a Série B no próximo ano, pela segunda vez em sua história.

O Vasco da Gama também foi rebaixado após perder de 5 a 1 numa disputa marcada por grande tumulto nas arquibancadas. Com a vitória do Botafogo sobre o Criciúma, o Bacalhau dependia apenas de si mesmo para escapar da degola na Série A, sem sucesso.

Com o empate do Grêmio, o Atlético Paranaense não conseguiu mais a segunda colocação na última tabela do campeonato. Mas sua própria vitória lhe garante acesso a Libertadores no ano que vem.

O Botafogo, por sua vez, venceu o Criciúma e aproveitou o tropeço do Goiás para tentar voltar a Libertadores após 18 anos. O Alvinegro fez 3 a 0 (com gols de Lodeiro, Elias e Seedorf) para encerrar o Campeonato Brasileiro dentro do G4.  Agora, o time também seca a Ponte Preta na final da Sul-americana para poder voltar à competição internacional.

Fluminense e Bahia

O Bahia começou bem o jogo e saiu na frente, com William Barbio abrindo o placar aos 42 minutos do primeiro tempo. Sem marcação, o jogador apareceu livre para pegar a bola rolada por Marquinhos Gabriel e chutou forte ao gol.

A reposta do Flu veio apenas aos dez minutos da segunda etapa do duelo definitivo. Rafael Sorbis fez jogada pela direita, driblou marcador, invadiu a área e cruzou para Wagner que, livre, empurrou para a rede. 1 a 1.

A virada veio aos 37 minutos: sorbis cobrou falta e Samuel desviou de cabeça, marcando o segundo gol do clube carioca. Mesmo com o marcador em 2 a 1, o Flu competirá na Série B do Brasileiro em 2014.

Vasco e Atlético-PR

O jogo começou agitado e com os ânimos de jogadores e torcedores à flor da pele. Paulo Baier abriu o placar aos 4 minutos do primeiro tempo, numa cobrança de falta. Quando chegou aos 16 minutos, porém, a partida foi interrompida pelo juiz por causa de um grande tumulto nas arquibancadas do estádio, em Joinville.


Mesmo com os jogadores indo à beira do gramado para pedirem aos torcedores envolvidos na confusão que parassem com a violência, a confusão entre as torcidas do Vasco e Atlético só aumentava. A polícia demorou para agir, mas pôs fim à briga utilizando bombas de efeito moral.

Quatro pessoas foram encaminhadas em estado grave ao hospital da região, sendo que uma ficou inconsciente após receber pisadas e pauladas na cabeça e teve de ser removido do estádio num helicóptero, que pousou no meio do campo. Elas tiveram traumatismo craniano, mas não sofrem risco de morte.

Alguns torcedores aproveitaram para invadir o campo e conseguiram até conversar – não muito amistosamente – com jogadores do Vasco, que lutavam para se livrar do rebaixamento.

O jogo ficou paralisado por uma hora e dez minutos e recomeçou dos 17 minutos. A reação do Vasco, porém, só veio 23 minutos depois, com Edmilson empatando aos 40 minutos do primeiro tempo – botando a bola para dentro do gol com o ombro.

Mas apenas 3 minutos depois o Atlético-PR voltou a balançar as redes: Paulo Baier cruzou para a área, que estava totalmente vazia, e Éderson cabeceiou para o gol. O Atlético volta à dianteira com o placar em 2 a 1.

Paulo Baier confirma que é o melhor em campo ao avançar com liberdade, driblar jogadores e esticar para Éderson, que cruzou para Marcelo e fez o terceiro gol do Atlético-PR na partida aos 18 minutos do segundo tempo.

Mas o placar não parou por aí. Aos 36 minutos, o artilheiro da competição Éderson fez gol após falha do goleiro vascaíno. Menos de 4 minutos depois, ele mesmo volta a marcar ao receber livre dentro da área e bater no canto. Seu 21º gol na competição deixou o placar em 5 a 1.

Resultados de outros jogos deste domingo (8)

São Paulo 0 x 1 Coritiba

Botafogo 3 x 0 Criciúma

Internacional 0 x 0 Ponte Preta

Portuguesa 0 x 0 Grêmio

Atlético-MG 2 x 2 Vitória

Goiás 0 x 3 Santos